Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ferrari testa inovações em Valência e já trabalha no carro de 2013

Por Da Redação - 19 jun 2012, 12h43

Em evolução nesta temporada, a Ferrari prepara novas melhorias para o Grande Prêmio da Europa, que ocorre neste domingo, às 9 horas (de Brasília). Em entrevista ao site oficial da escuderia italiana, o projetista-chefe Nikolas Tombazis afirmou que a equipe testará inovações na asa dianteira, asa traseira e nos exaustores em Valência, e destacou que o trabalho de desenvolvimento seguirá até o final deste ano.

‘Estamos contentes com o lugar que estamos agora em relação ao que estávamos antes. No entanto, não estamos satisfeitos, o trabalho continuará com a mesma intensidade até o final. A evolução do carro é um enorme estímulo para todos nós até a última corrida’, disse Tombazis.

Além de comentar sobre o bólido ferrarista desta temporada, o dirigente revelou que o time de Maranello já trabalha no desenvolvimento do carro de 2013 e que já visa 2014, quando o regulamento da categoria mudará e os motores de seis cilindros darão lugar aos de 1.6 de quatro cilindros.

‘O carro de 2013 é uma evolução do veículo deste ano, com as melhorias que fizemos nesta temporada valendo para o próximo ano. Entretanto, há um pequeno grupo de pessoas trabalhando em aspectos básicos e componentes mecânicos que são um passo adiante em relação a 2012’, explicou. ‘Temos muita gente trabalhando neste novo motor e outro pequeno grupo em aspectos distintos do monoposto, que serão completamente novos’, completou.

Publicidade

Por último, Tombazis reconheceu que os membros da Ferrari se preocuparam quando perceberam o mau desempenho dos carros da equipe e ressaltou que as melhorias puderam ser vistas a partir do Grande Prêmio de Barcelona, quinta etapa desta temporada, realizada em maio.

‘Foi um grande choque comprovar que estávamos atrás de muitos rivais, ainda mais por sermos uma equipe com obrigação de ganhar’, lembrou. ‘A ideia era promissora, mas havia problemas de estabilidade e aerodinâmicos. Em Barcelona, já apresentamos um carro que era completamente novo aerodinamicamente’, encerrou.

Publicidade