Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ferrari quer medidas drásticas por Fórmula 1 mais barata

Presidente da escuderia afirma que a categoria não pode mais ignorar a crise

“A questão tem de ser enfrentada no mais alto nível, sem mais demora”, avisou Montezemolo

O presidente da Ferrari, Luca Di Montezemolo, espera que a Fórmula 1 adote imediatamente uma estratégia para cortar custos. De acordo com o dirigente, a principal categoria do automobilismo mundial precisa agir para não ser atingida pela atual crise financeira na Europa. “Temos de enfrentar com urgência e com determinação a questão dos custos”, disse Montezemolo em entrevista ao site oficial da Ferrari, alertando que a Fórmula 1 não pode mais “ignorar” a crise.

A Ferrari foi uma das primeiras escuderias a sair da associação das equipes no ano passado, em uma disputa sobre redução de custos. Atualmente, os times estão em discussões com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) sobre um novo contrato comercial, já que o atual acordo se encerra no final desta temporada. “A Ferrari está de acordo com a posição da FIA de que uma intervenção drástica é necessária. A questão tem de ser enfrentada no mais alto nível, sem mais demora”, avisou Montezemolo.

(Com Agência Estado)