Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Federer avança, mas Sharapova, nº 1, é eliminada em Wimbledon

O suíço Roger Federer superou as dores nas costas e passou pelo belga Xavier Malisse para alcançar as quartas de final de Wimbledon nesta segunda-feira, marcando 3 a 1, parciais de 7/6 (7/1), 6/1, 4/6 e 6/3. Seu próximo adversário será o russo Mikhail Youhzny, que levou mais de quatro horas para eliminar o cazaque Denis Istomin, por 6/3, 5/7, 6/4, 6/7 (5-7) e 7/5. No confronto direto, Federer tem 13 vitórias sobre o russo. Mas quem se deu mal nesta segunda-feira, foi a atual número 1 do mundo, a russa Maria Sharapova, eliminada pela alemã Sabine Lisicki nas oitavas por 6/4 e 6/3.

Federer marcou sua 850ª vitória na carreira. É 37ª vez que disputará as quartas de um Grand Slam – sendo 33 seguidas. O recordista neste quesito é o americano Jimmy Connors, com 41 vezes nas quartas de um Grand Slam. O suíço também alcançou a marca de Pete Sampras em Wimbledon, com 63 vitórias e sete derrotas. Connors teve 84 vitórias e 8 derrotas, e o alemão Boris Becker, 71 vitórias e 12 derrotas. A última vez que Federer não alcançou esta fase num Grand Slam foi em 2004, eliminado pelo brasileiro Gustavo Kuerten em Roland Garros.

Dores – Federer precisou de atendimento médico logo no set inicial, com dores nas costas. Mesmo assim, conseguiu vencer a primeira parcial diante de Malisse, número 75 do mundo. Após fechar o set, o suíço contou com uma “ajuda” da natureza. O mau tempo causou a interrupção do jogo por cerca de 50 minutos e favoreceu sua recuperação. Com o teto retrátil aberto e a paralisação da chuva, ele voltou melhor no segundo set e não teve problemas para fechar por 6/1.

Sabine Lisicki celebra vitória contra Maria Sharapova em Wimbledon Sabine Lisicki celebra vitória contra Maria Sharapova em Wimbledon

Sabine Lisicki celebra vitória contra Maria Sharapova em Wimbledon (/)

Malisse faturou uma quebra no game inicial do terceiro e voltou ao jogo ao descontar a vantagem do rival no placar. Em momento favorável, o belga começou melhor no quarto set e obteve nova quebra de saque logo no início, enquanto o adversário apresentava dificuldade para se movimentar em quadra. Mas Federer reagiu e devolveu a quebra em seguida. Irregular, Malisse voltou a perder o saque na sequência e viu o adversário virar o placar. Sem demonstrar maiores sinais de dor, o suíço mostrou força no saque e fechou o jogo, sem sobressaltos.

Sharapova – Campeã em Roland Garros e atual número 1 do mundo, Maria Sharapova foi eliminada justamente por quem ela eliminou no ano passado, a alemã Lisicki. Sharapova corre o risco de perder a liderança do ranking para a bielo-russa Victoria Azarenka. Ela não conseguiu repetir o domínio das partidas anteriores e ainda precisou enfrentar uma inspirada Lisicki, que quebrou três vezes seu saque e abriu vantagem no placar.

Sharapova tentou reagir no segundo set, mas a alemã continuava superior. Mais equilibrado, o duelo foi decidido na única chance de quebra cedida no set. Lisick não desperdiçou a oportunidade e fechou o jogo.

(Com Agência Estado)