Clique e assine com até 92% de desconto

Expulso, cruzeirense Fabrício reclama de Neymar: ‘Não pode tocar nele’

Por Da Redação 11 set 2011, 10h20

Os dribles de Neymar irritaram os jogadores do Cruzeiro durante a vitória do Santos por 1 a 0, no sábado. Assim como o zagueiro Léo, Fabrício foi expulso após cometer falta dura no camisa 11 do Peixe. Irritado, o volante disparou contra o atacante e o árbitro Francisco Carlos Nascimento.

‘Não foi justo (ser expulso), vocês (jornalistas) viram o jogo. Ele cortou o Guerreiro, eu cheguei e chutei a bola. O choque é inevitável, mas era o intocável, não pode tocar nele dentro da Vila. O juiz me deu o vermelho e eu assustei, achei ridícula essa atitude. Mas aconteceu’, criticou.

O jogador defendeu a profissionalização da arbitragem para evitar erros. ‘Se fosse a profissão deles (árbitros), duvido que não iriam entrar ali e ser certinho para os dois lados para garantir o salário no fim do mês. Hoje em dia, o que eles ganham é só um bônus’, defendeu.

Antes dos cartões vermelhos para os atletas do time mineiro, a arbitragem já havia causado polêmica ao anular dois gols legítimos do Santos e marcar um pênalti que causou muitas reclamações dos jogadores alvinegros.

Continua após a publicidade
Publicidade