Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ex-zagueiro do Boca vê interesses, mas diz que Riquelme deve ficar

Por Da Redação - 9 jul 2012, 20h13

Jorge Bermúdez, colombiano que defendeu o Boca Juniors, foi companheiro de Riquelme por quatro temporadas. Entre 1997 e 2000, dividiram a alegria de cinco títulos, entre eles uma Copa Libertadores de América e um Mundial Interclubes.

‘El Patrón’, como ficou conhecido pela liderança que exercia em campo, vê um briga de interesses por trás da saída de Riquelme de La Bombonera, mas afirma que o camisa 10 deve continuar no clube.

‘Existem interesses econômicos e de poder em torno da situação, mas poucos pensam no clube e em sua história. As diferenças devem chegar a um consenso para o bem do clube. Os nome passam. Román não é o problema. Ele é a solução’, escreveu no ‘ twitter’.

Bermúdez refutou todas as críticas ao suposto ego descontrolado do jogador, que sempre causa problemas por onde passa.

Continua após a publicidade

‘Roman não é conflito. Irreverente e rebelde, mas não negativo. JR10 é Boca. JR10 é muito positivo para o Boca’, afirmou.

‘Muitas equipes o querem. E no Boca, onde é cheio de título, a instituição ainda o discute. Incrível…’, continuou o ex-zagueiro, que criticou a postura da diretoria xeneize por não apoiar o ‘banderazo’ feito pelos torcedores na tarde desta segunda pelo ‘fico’ de Riquelme.

Publicidade