Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ex-jogador colombiano é assassinado em Barranquilla

Por Da Redação - 27 maio 2012, 16h43

Bogotá, 27 mai (EFE).- O ex-jogador Cristian Racero foi assassinado na madrugada deste domingo levando um tiro, em fatos ocorridos na cidade de Barranquilla e ainda pouco explicados e que estão sendo investigados pela polícia local.

O volante, que jogou entre 2000 e 2006 pelo Júnior Barranquilla, defendeu também o Atlético Huila, o Minerven (Venezuela), o Boyacá Chicóe o Patriotas, ambas equipes da cidade de Tunja, até se aposentar, em 2010.

Segundo testemunhas, às 5h (local, 7h de Brasília), um grupo de pessoas que acompanhava o ex-jogador brigou com um homem que, enfurecido, foi para casa e voltou pouco depois com uma arma de fogo, com a qual atirou na região abdominal de Racero.

O ex-atleta, que tinha 31 anos, ainda foi levado para a Clínica del Prado, mas morreu uma hora depois. EFE

Publicidade