Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ex-capitão do Bope faz palestra para time do Palmeiras

Por Da Redação - 10 jul 2012, 14h22

Por Daniel Batista

São Paulo – Assim como já tinha acontecido antes do primeiro jogo da final contra o Coritiba, o elenco do Palmeiras assistiu na noite de segunda-feira a uma palestra motivacional de Paulo Storani, ex-capitão do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio. O encontro fez parte da preparação palmeirense para a grande decisão da Copa do Brasil, que acontece nesta quarta, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba.

A palestra da semana passada foi aprovada pelos jogadores do Palmeiras. “Foi muito bom”, revelou o meia Daniel Carvalho. Assim, o técnico Luiz Felipe Scolari resolveu chamar o ex-capitão do Bope para falar novamente com o elenco, em encontro realizado no hotel em São Paulo onde a delegação palmeirense estava concentrada desde a noite de segunda-feira.

Na palestra de segunda-feira, Paulo Storani chegou a gritar para motivar os jogadores, que também tiveram participação ativa no encontro. Uma das técnicas utilizadas pelo ex-capitão foi colocar o Coritiba como “inimigo”, adotando até mesmo uma fala que ficou famosa entre os policiais do Bope: “Eles vão ter que pedir pra sair.”

Continua após a publicidade

Concentrado desde a noite de segunda-feira, o Palmeiras faz na tarde desta terça, na Academia, um treino fechado para a imprensa. Logo depois, embarca para Curitiba, com chegada prevista para o começo da noite (19h45). Temendo pressão da torcida do Coritiba já no desembarque, a delegação palmeirense deve pegar um ônibus na pista do aeroporto.

Como venceu o primeiro jogo da final por 2 a 0, semana passada, na Arena Barueri, o Palmeiras pode perder por um gol de diferença nesta quarta-feira, contra o Coritiba, na capital paranaense, para poder conquistar o título da Copa do Brasil.

Publicidade