Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Especulações crescem, mas São Paulo diz querer manter Lucas e Casemiro

Por Da Redação 10 nov 2011, 13h51

Com a proximidade do fim da temporada, o mercado europeu começa a se agitar e o futebol brasileiro aparece como maior fornecedor de atletas. Os são-paulinos Lucas e Casemiro estão bem cotados e o Tricolor jura que pretende mantê-los, mas vê as especulações aumentarem e está precisando até contornar atritos.

De acordo com o jornal italiano Gazzetta dello Sport, o empresário uruguaio Juan Figer estaria negociando, em nome do São Paulo, a venda de Lucas para a Internazionale de Milão. O clube desmentiu a informação, mas Wagner Ribeiro, agente do jovem, ficou irritado.Em entrevista à Rádio Transamérica, Ribeiro disse que tentou confirmar a notícia e não conseguiu, mas julgou como antiética a suposta atitude de Figer. Só o fato de o empresário uruguaio ter tentado adquirir – sem sucesso – os 30% dos direitos econômicos de Lucas que pertencem à família do jogador já gerou insatisfação.

Com contrato até 2015 e multa rescisória estipulada em 80 milhões de euros (cerca de R$ 193 mi), Lucas garante que pretende ficar no Brasil pelo menos até as Olímpiadas de Londres, no ano que vem. Oficialmente, São Paulo e Wagner Ribeiro reiteram que a intenção é manter o atleta para 2012, mas especula-se que o Tricolor estaria preocupado com a iminência de não disputar a lucrativa Copa Libertadores e, por isso, disposto a negociar sua revelação para encher o caixa.

O vice de futebol João Paulo de Jesus Lopes descarta a necessidade de negociar atletas para dar fôlego ao caixa. ‘Em 2011, mesmo sem disputar a Libertadores, o São Paulo terá superávit novamente. Além disso, nós ainda temos confiança de que o time possa disputar a vaga para a competição do ano que vem e, mesmo se não conseguir, adianto que precisaremos montar um elenco ainda mais forte, porque disputaremos duas competições que valem vaga, a Copa do Brasil e a Sul-americana’, raciocinou.

Já o caso de Casemiro é menos complicado. Apesar de viver má fase e ter perdido a vaga de titular do Tricolor, o jogador está em alta na Europa por causa de suas atuações nas conquistas do Sul-americano e do Mundial Sub-20 com a Seleção Brasileira. Com contrato até 2016, o volante está na mira do Milan.

‘O Casemiro é um jogador de quem nós gostamos muito e não temos intenção de negociá-lo, a não ser que apareça algo extremamente fora da realidade. Acho muito difícil’, pontuou Jesus Lopes, confiante na volta do bom futebol do camisa 8.

Continua após a publicidade
Publicidade