Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Errani surpreende Stosur e vai à final de Roland Garros

Por Da Redação 7 jun 2012, 13h04

Por AE

Paris – A italiana Sara Errani surpreendeu a australiana Samantha Stosur ao vencer a adversária por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 1/6 e 6/3, nesta quinta-feira, e garantiu vaga na final feminina de Roland Garros. Essa será a primeira vez que a tenista da Itália disputará a decisão de um Grand Slam. A outra finalista em Paris será definida ainda nesta quinta no confronto entre a russa Maria Sharapova e a checa Petra Kvitova.

Figurando apenas como a 21.ª cabeça de chave de Roland Garros, Errani desbancou a atual sexta colocada do ranking mundial e desabou em quadra para comemorar mais um feito nesta sua surpreendente campanha na capital francesa. Essa foi a segunda vez em sua carreira que ela derrotou uma tenista Top 10, depois de ter passado pela alemã Angelique Kerber, atual 10.ª da WTA, nas quartas de final deste Grand Slam.

Até o duelo diante de Kerber, a tenista italiana havia perdido os 28 duelos anteriores que travou contra adversárias que então estavam entre as dez mais bem colocadas do ranking. E ela chegará cheia de moral à decisão também pelo fato de que passou por ex-campeãs de Roland Garros nesta sua campanha – superou na terceira rodada a sérvia Ana Ivanonic, que alcançou o título em 2008, e nas oitavas de final eliminou a russa Svetlana Kuznetsova, que ergueu a taça em 2009.

Até janeiro passado, quando foi às quartas de final do Aberto da Austrália, Errani nunca havia passado da terceira rodada de um Grand Slam em nenhuma das suas 17 participações anteriores em torneios da série mais prestigiosa do tênis.

Continua após a publicidade

FIM DO TABU – Ao chegar à final de simples em Roland Garros, Errani também superou um tabu diante de Stosur, que havia levado a melhor sobre a italiana nos cinco confrontos anteriores entre as duas. O último deles aconteceu neste ano no Torneio de Roma, onde a australiana ganhou por 6/3 e 7/5, também no piso de saibro como o de Roland Garros.

Nesta quinta, porém, Errani mostrou muita força para despachar Stosur pela primeira vez. O duelo, que começou atrasado por causa da chuva que adiou a programação do dia em Roland Garros, teve um primeiro set bastante equilibrado, no qual a italiana aproveitou duas de quatro chances de quebrar o saque da rival, que converteu o único break point cedido por Errani. Com isso, ela garantiu a vantagem mínima de 7/5.

O segundo set, entretanto, foi dominado por Stosur, que converteu dois de três break points, salvou a única oportunidade de quebra cedida à adversária e fez 6/1. Na terceira parcial, Errani reagiu rápido ao abrir 3 a 1, mas viu a australiana devolver uma quebra de saque e empatar em 3 a 3. Porém, com uma nova quebra, Errani abriu vantagem de 5 a 3 e sacou para fazer 6/3 e liquidar o duelo.

No fim, Stosur também pagou caro pelos seus 48 erros não-forçados, contra apenas 21 da italiana, que obteve apenas 22 winners, diante dos 46 da australiana. Entretanto, a maior eficiência de Errani fez a diferença.

Essa edição de Roland Garros, por sinal, tem sido gloriosa para Errani, pois ela também disputará a decisão de duplas femininas do Grand Slam ao lado da sua compatriota Roberta Vinci. As duas enfrentarão na final as russas Maria Kirilenko e Nadia Petrova, que nesta quinta superaram nas semifinais as checas Andrea Hlavackova e Lucie Hradecka por 2 sets a 1, de virada, com 4/6, 7/5 e 7/5.

Continua após a publicidade
Publicidade