Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Equipe britânica de ginástica rítmica consegue vaga na Justiça

Após não conseguir a vaga nas Olimpíadas de Londres pelo Pré-Olímpico, a equipe feminina de ginástica rítmica do Reino Unido resolveu recorrer à Justiça britânica para poder participar dos Jogos Olímpicos de 2012 e tiveram sucesso. Quem divulgou as informações foi o jornal britânico The Guardian.

As ginastas não conseguiram atingir a pontuação mínima de 45.223 pontos exigida pelo Comitê Olímpico Britânico (BOA), após acordo com a Confederação Britânica de Ginástica. As atletas conseguiram somar somente 44.950 na classificatória. Porém, no dia seguinte, durante a disputa das finais, a equipe conseguiu obter 47.200 pontos, marca bem acima do exigido pelo BOA, que alegou que o acordo previa somente a pontuação conquistada na classificatória e não os pontos da final.

Com isso, as ginastas entraram com um recurso nas autoridades britânicas, que concordaram e pediram ao Comitê Olímpico Britânico que incluísse as ginastas na cota de vagas previstas pelo fato de o país ser sede dos Jogos deste ano.

Na sentença, o juiz Graeme Mews disse que ‘não ficou convencido de que os recorrentes e seus técnicos sabiam que a seleção seria baseada somente na fase de classificação. O critério usado pelo grupo britânico era diferente dos demais países. Eles não estavam competindo com outros países e sim com uma marca estabelecida previamente’.

Agora a equipe de ginástica rítmica pretende conversar com o BOA para definir quais atletas irão participar as provas da modalidade em Londres, durante os dias 10 e 12 de agosto, na Wembley Arena.