Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Empresário de Montillo contraria o Cruzeiro e flerta com clubes do Brasil

Por Da Redação 9 dez 2011, 15h50

Gilvan de Pinho Tavares, presidente eleito do Cruzeiro, já começou a aceitar a ideia de vender o meia Montillo para aumentar as receitas do clube. Sua intenção é conseguir pelo menos € 15 milhões (quase R$ 36 milhões) em uma negociação com um time estrangeiro. O argentino, no entanto, não quer sair do Brasil.

‘Temos proposta oficial do Corinthians. Também há interesse de São Paulo e Flamengo. Não queremos ir para Rússia, Catar, Emirados Árabes… A ideia do Montillo é permanecer no Brasil, onde ele se adaptou muito bem. Se não for no Cruzeiro, pode ser em outro clube interessado’, avisou Sérgio Irigoitia, empresário do atleta, à Rádio Itatiaia.

Embora o agente assegure que já tem em mãos uma oferta do Corinthians, os dirigentes do clube paulista adotam a postura de não se empolgar com a possível transação. O diretor adjunto de futebol Duílio Monteiro Alves disse que só irá apresentar proposta quando o Cruzeiro se manifestar favorável ao negócio.’O Montillo é um grande jogador, que interessa a vários clubes. Se for por um valor muito alto, a gente nem entra na disputa’, afirmou Duílio. ‘Mas fazer qualquer previsão agora seria especular. Não dá para prever nada ainda’, completou.

Montillo tem contrato com o Cruzeiro válido até meados de 2015 e seus direitos econômicos estão divididos entre o clube celeste (60%), o Banco BMG (20%) e outro grupo de investidores (20%). Pelo fato de o meia já ter 27 anos, a prioridade cruzeirense é fazer receita com ele imediatamente.

Continua após a publicidade

Publicidade