Clique e assine a partir de 9,90/mês

Em meio a negociações, Tite pede permanência de elenco campeão

Por Da Redação - 9 jul 2012, 13h13

Após a conquista da Libertadores, o Corinthians começou a sofrer com o assédio de outros clubes, que já ocasionou um desfalque: o zagueiro Leandro Castán, que acertou com a Roma, da Itália. Em meio às mudanças que o elenco campeão deve sofrer, o técnico Tite fez um apelo e pediu para a diretoria alvinegra manter o grupo que levou o clube ao inédito título continental.

‘Não podemos liberar jogadores. Claro que há casos especiais, como o do Castán e do Willian (atacante que está acertando com o Metalist-UCR). Mas precisamos ter uma manutenção’, explicou o comandante, em entrevista nesta segunda-feira, na ‘TV Bandeirantes’.

Além da dupla, alguns jogadores menos utilizados também devem deixar a equipe: o lateral esquerdo Ramon negocia com o Flamengo, enquanto o atacante Gilsinho defenderá o Sport neste Brasileirão. Paulinho, sonho da Inter de Milão, Alex e Chicão, também sondados por clubes estrangeiros, ainda não preocupam o gerente de futebol, Edu Gaspar, que disse não trabalhar diante de especulações.

Decisivo no título brasileiro do ano passado, mas apagado em 2012, Liedson marcou o gol do Corinthians no empate deste domingo, com o Sport. Com contrato até o final do mês, ainda não acertou sua renovação, mas pode ficar até a disputa do Mundial de Clubes, a ser realizado no final de ano. Questionado sobre a situação de seu camisa 9, Tite ressaltou a importância de manter seu elenco.

Continua após a publicidade

‘É um planejamento da direção, de tirar todo o foco disso e colocar ele no Corinthians e no trabalho. Minha posição é pela permanência do grupo e de toda equipe. Só fomos campeões porque quando perdemos para o Santos, a diretoria decidiu manter a base. Isso é fundamental, a permanência da equipe toda é fundamental’, encerrou.

Publicidade