Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em jogo de 11 gols, Vasco goleia Aurora e avança na Sul-americana

Líder do Campeonato Brasileiro, o Vasco não tomou conhecimento do Aurora e goleou por 8 a 3 os bolivianos, nesta quarta-feira, em São Januário. Com o resultado, os cariocas garantiram a classificação para as quartas de final da Copa Sul-americana e vão encarar o Universitário-PER na próxima fase.

Os cruz-maltinos chegaram a tomar um susto quando após abrirem o placar com um goleaço de Bernardo, sofreram o empate com Andaveris. No entanto, os cariocas mostraram superioridade nos 90 minutos e contaram com a expulsão de Galindo ainda no primeiro tempo.

Com dois gols de Alecsandro, mais um de Bernardo, além de Juninho Pernambucano, Leandro, Douglas e Allan, o Vasco decretou a goleada para a alegria da torcida. Andaveris, Peña e Sengovia fizeram os gols dos bolivianos.

O jogo – O Vasco começou a partida pressionando o Aurora. Os cruzmaltinos criram sua primeira chance logo com cinco minutos. Juninho Pernambucano cobrou falta na área e Bernardo cabeceou sozinho, mas para fora. Só que não demorou muito para o meia se redimir com um golaço. Três minutos depois, novamente Juninho deu passe para Bernardo na risca da área, o vascaíno passou por dois marcadores e chutou sem chance para o goleiro Lanz, abrindo o placar em São Januário.

Os cariocas seguiram em cima e perderam chance incrível aos 14 minutos. Alecsandro recebeu livre na área, mas não finalizou e viu Lanz defender. Como castigo, no lance seguinte, o Aurora chegou ao empate. O zagueiro Douglas foi rebater, a bola bateu na canela de Andaveris e foi no ângulo de Fernando Prass.

O revés foi sentido pelo Vasco, que passou a ter mais dificuldade em penetrar na retranca boliviana. Isso até 32 minutos, quando Felippe Bastos chutou de longe, Lanz rebateu e a bola sobrou para Alecsandro. O atacante finalizou, mas Andaveris acabou salvado em cima da linha. No lance seguinte, após bola levantada na área, novamente Alecsandro cabeceou e a bola foi no travessão.

A situação começou a melhorar novamente para o Vasco aos 35, quando Galindo fez falta dura em Fágner e recebeu o segundo cartão amarelo deixando os visitantes com um a menos.

Os cruzmaltinos aproveitaram rápido a vantagem e aos 38 minutos conseguiram chegar ao segundo gol. Juninho Pernmabucano cruzou na área e Alecsandro se antecipou ao goleiro Lanz para cabecear para a rede.

O gol fez o Vasco voltar a pressionar o Aurora em seu campo. Antes do intervalo os cariocas conseguiram marcar mais uma vez. Aos 44 minutos, Julinho acertou cruzamento na cabeça de Alecsandro para marcar seu segundo no noite e o terceiro dos donos da casa. O atacante, que chegou a ser vaiado, passou a receber os aplausos da torcida.

No segundo tempo, o panorama do confronto seguiu o mesmo, com o Vasco pressinando e tendo boa chance logo com dois minutos. Após cobrança de escanteio, Nílton cabeceou por cima do gol de Lanz. Assim como na etapa inicial, os cruzmaltinos chegaram ao gol com pouco tempo. Com três minutos, Alecsandro foi lançado e tocou para Leandro. O atacante ficou na frente de Lanz e finalizou sem chance para marcar o quarto.

Somente depois que levou o quarto gol, o Aurora passou a buscar o ataque. Os bolivianos assustaram aos oito minutos quando, após cobrança de falta na área, Andaveris cabeceou a direita da trave de Fernando Prass.

O Vasco seguiu tendo mais posse de bola, mas diminuiu o ritmo e viu o Aurora tentar chegar ao ataque. No entanto, a falta de qualidade dos bolivianos facilitavam a vida da defesa cruzmaltina. Os donos da casa só voltaram a chegar com perigo aos 18 minutos. Bernanrdo cruzou e o zagueiro Douglas pareceu para cabecear a esquerda da trave de Lanz.

Aos poucos, os vascaínos recuperaram o domínio do jogo e conseguiram o quinto gol aos 23 minutos. Fágner foi puxado na área e o árbitro marcou pênalti. Juninho Pernambucano cobrou com categoria para a ree boliaviana.

Quando parecia que o Vasco estava com o confronto garantido, o árbitro marcou pênalti de Fernando Prass sobre Reinoso, aos 25 minutos. Na cobrança, Peña colocou na rede para dar esperança aos visitantes em Sâo Januário.

No entanto, mesmo depos do revés, o Vasco seguiu tendo amplo domínio do jogo. Tanto que perdeu duas chances, com Juninho e Bernanrdo, pouco depois do gol boliviano. Só que aos 32 minutos não teve jeito. Em boa troca de passes dos cariocas, Bernardo apareceu livre e finalizou sem chance para Lanz.

A partida seguia movimentada e o Aurora não dessitia. Reinoso recebeu na área, e chutou cruzado para grande defesa de Fernando Prass. Como resposta, o Vasco chegou ao sétimo gol. Após cruzamento, Douglas apareceu na segunda trave para cabecear para a rede e finalmente garantir a classificação.

Antes do fim, o Aurora ainda chegou ao terceiro gol, aos 43 minutos, com Segovia. No entanto, os visitantes viram o Vasco também marcar mais um. Allan, aos 47, fez boa jogada individual para chutar ao gol de Lanz e dar números finais em São Januário.