Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em dúvida, Joel adia definição do meio-campo do Fla

Por AE

Rio – O técnico Joel Santana vive um dilema no Flamengo. A cada dia fica mais evidente que o treinador está com uma tremenda indecisão para armar o meio de campo da equipe para o clássico decisivo contra o Vasco, domingo, pela semifinal da Taça Rio. Nos treinos, Joel tem observado os veteranos Kleberson, Rômulo e Renato, e os garotos Muralha e Luiz Antônio, além de Bottinelli.

Além da experiência, os três primeiros dão força à marcação. Os outros três, jovens e com vitalidade, possuem mais presença ofensiva. Diante da ameaça de demissão em caso de derrota, o técnico rubro-negro está propenso a repetir a escalação utilizada no confronto com os vascaínos pela fase de classificação da Taça Rio.

Naquela partida, também jogada com Joel sob forte pressão por vitória, Rômulo e Kleberson formaram a dupla de volantes. O resultado foi o triunfo por 2 a 1. Aos 32 anos, Kleberson elogia a garotada, mas destaca a importância de jogadores mais rodados a seu lado.

“Quando fui campeão do mundo (em 2002), Ronaldo (Gaúcho) e eu éramos os mais novos do time. Mas do lado tinha o Ronaldo (Fenômeno) e o Rivaldo. Talvez um clássico possa pesar para um jogador mais novo”, ressaltou o volante. “Acho que (Muralha e Luiz Antônio) têm totais condições de ser titulares, mas a gente sabe que nem todo mundo pode jogar”.

Com Renato ainda longe da melhor forma, depois de se recuperar de uma cirurgia cardíaca, o mais provável é que Bottinelli se mantenha entre os 11 iniciais para o clássico.