Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em décimo, Bruno Senna se diz satisfeito e sonha com pontos

A décima colocação no grid de largada do Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1 deixou o brasileiro Bruno Senna satisfeito. Participando apenas de seu segundo fim de semana da categoria na temporada, ele conseguiu avançar ao Q3 do treino classificatório neste sábado, mesmo ainda se adaptando ao carro da Lotus Renault.

‘Estou satisfeito com minha performance porque foi só minha segunda classificação esse ano e passei ao Q3 definitivamente por um triz’, disse Senna, que superou o tempo do escocês Paul Di Resta por apenas 0s006 nos últimos segundos da segunda parte do treino em Monza.

Ainda adaptando-se ao carro da Lotus Renault, o brasileiro usou o russo Vitaly Petrov, seu companheiro de equipe, como referência para descobrir os pontos de freada. O piloto europeu fez bom trabalho neste sábado e garantiu para ele a sétima posição no grid de largada.’Fiquei feliz que Vitaly foi minha referência hoje, porque estava sofrendo para achar os pontos de freada durante o Q1 e o Q2. Consegui uma volta bem respeitável no fim do Q2 e fiquei feliz por ter conseguido segurar a pressão e me encaixar na décima posição’, afirmou.

Após conseguir a vaga no Q3, Bruno Senna conversou com sua equipe e decidiu que não iria à pista na parte final do treino, como estratégia para a corrida. O brasileiro poderá escolher com qual tipo de pneus iniciará a prova de domingo em Monza e projeta ultrapassagens para marcar seus primeiros pontos na F-1. ‘Isso me deixa em uma posição bem firme para amanhã’.