Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em clássico preto e branco, Tite esquece tradição e usa cor azul

O visual de Tite geralmente não é igual em treinos e jogos. Durante as atividades que comanda na semana, o treinador calça tênis e veste uniforme do clube. Já nas partidas, o traje no banco de reservas é social, com calça escura e camisa da cor do time – bordô no Al-Wahda, vermelho no Internacional e por aí vai.

‘É uma maneira simbólica de passar para o torcedor o respeito que tenho pelo clube, não só profissional’, explicou o comandante do Corinthians, em entrevista recente à GE.Net. ‘Para que ele (torcedor) me veja como parte integrante e não como um cara que veio para cá para pegar (assumir o time) só por dinheiro’.

No clássico desta quarta-feira contra o Santos, no entanto, Tite subiu ao gramado da Vila Belmiro com sapato e calça pretos e a camisa azul. Questionado se o armário o havia traído, ele se assustou, mas brincou. ‘Poxa, é que o outro lado também é preto e branco’, disse, rindo.

Seguindo a tradição, ele variou nos útlimos jogos entre camisa preta (contra Atlético-PR), jaqueta do clube (América-MG), paletó cinza sobre camisa preta (Avaí) e camisa branca (Cruzeiro).O fato é que Tite gosta de azul. Foi no tricolor Grêmio em que o gaúcho de Caxias se projetou nacionalmente na função de treinador, vencendo a Copa do Brasil. Em maio, no seu aniversário, ele foi presenteado por funcionários do Corinthians com camisas desta cor. Pode ser que use uma delas neste domingo, quando o rival também será alvinegro, o Ceará, no Pacaembu.