Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em Belém, São Paulo busca formação ideal e garantia de descanso

A estreia do São Paulo na Copa do Brasil às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira contra o Independente de Tucuruí, em Belém (PA), tem importâncias além da simples busca pela vaga na próxima fase da competição que garante a classificação para a Libertadores de 2013. É um dos últimos passos para que Emerson Leão, enfim, aceite ser avaliado pela montagem do time.

O técnico prometeu uma equipe pronta em abril, e os próprios jogadores se cobram por não terem encontrado a formação e o estilo ideal ainda nesta temporada. No Pará, o ajuste terá que ser feito sem Jadson, que nem viajou para aprimorar sua forma física e técnica, e com Luis Fabiano como dúvida, já que acaba de se recuperar de estiramento na coxa direita e foi relacionado pela primeira vez desde 28 de janeiro.

Existe ainda a exigência por uma vitória por mais de um gol de diferença, o que eliminaria a necessidade do jogo de volta, já marcado para o dia 14, no Morumbi. O descanso é tido como fundamental para um elenco que perdeu muitos atletas por lesão (Rogério Ceni, Douglas, Fabrício e Wellington e Cañete são desfalques de Leão para esta partida).

Com o que dispõe, o treinador tem uma dúvida além de escalar Luis Fabiano, sem condições de atuar por 90 minutos, ou Willian José como titular. Como Jadson deixou a desejar, sua vaga é disputada por Fernandinho e Maicon. O desempenho de cada um deles durante o afastamento do camisa 10 pode tornar definitiva a escolha pelo 4-4-2 ou o 4-3-3.

Os atletas já acham que a afirmação da equipe, quarta colocada no Paulistão, está atrasada. ‘O momento de crescer está começando a passar. Já tivemos alguns jogos no Paulista, precisamos pegar uma cara e não podemos mais vacilar. Precisamos nos impor para conseguir o resultado na Copa do Brasil. Aqui é o São Paulo, temos que dar o nosso máximo’, falou Cícero.

Se a busca são-paulina é por definição, seu adversário quer exposição. Impedido de atuar em Tucuruí, sua cidade, o Independente enfrentou viagem de nove horas de ônibus para atravessar os 450 km até Belém para atuar no Mangueirão, capaz de receber um público bem maior – por isso a CBF impôs a mudança de local, para disponibilizar 30 mil ingressos com preços de R$ 30 a R$ 40.

Campeão paraense em 2011, a equipe vem de péssima campanha no primeiro turno da atual edição – foi o pior entre os oito participantes, vencendo só um jogo e somando apenas cinco dos 21 pontos disputados -, mas tem 100% de aproveitamento nas duas rodadas já concluídas do segundo turno. No sábado, venceu em casa o Cametá, campeão do primeiro turno, por 2 a 0.

Para encarar o Tricolor paulista, o técnico Valter Lima reforçará a marcação. Deve armar o time no 3-5-2, mas cogita proteger ainda mais a sua defesa preenchendo o meio-campo em um 3-6-1. ‘Devemos nos preocupar com todo o time deles, pois tem muita qualidade’, disse o meio-campista Gian.

Para incentivar o elenco, a diretoria prometeu R$ 50 mil como premiação a ser dividida entre os jogadores caso o Independente consiga segurar o São Paulo e garantir o confronto de volta no Morumbi. Para isso, a equipe paraense pode perder por até um gol de diferença.

FICHA TÉCNICA

INDEPENDENTE-PA X SÃO PAULO

Local: Estádio Mangueirão, em Belém (PA)

Data: 7 de março de 2012, quarta-feira

Horário: 22 horas (de Brasília)

Árbitro: Suelson França Medeiros (RN)

Assistentes: Sergio Campelo Gomes (MA) e Enoque Costa Pacheco (AP)

INDEPENDENTE-PA: Dida; Preto Barcarena, Adison e Alexandre Recife; Lima, Silva, Fidelis, Gian e Rafael Vieira; Thiago Floriano e Ró

Técnico: Valtinho

SÃO PAULO: Denis; Piris, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Casemiro, Cícero; Lucas, Fernandinho (Maicon) e Willian José (Luis Fabiano)

Técnico: Emerson Leão