Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dúvida para sábado, Araújo defende setor ofensivo do Timbu

A ausência de Araújo na derrota por 2 a 0 para o Fluminense dentro dos Aflitos foi muito sentida pelos torcedores do Náutico. Apesar do resultado, o Timbu criou diversas chances de gols, mas foi parado pela ótima atuação do goleiro Diego Cavalieri. Por isso, o departamento médico corre contra o tempo para deixar o atacante à disposição para o duelo contra o Atlético-GO, no sábado.

Artilheiro da equipe pernambucana no Campeonato Brasileiro com quatro gols, Araújo reconhece o mau desempenho do ataque alvirrubro. ‘Infelizmente perdemos alguns gols e acredito que se tivéssemos marcado no começo, a história teria sido outra. Acho que as mudanças forçadas no setor ofensivo têm comprometido o entrosamento da equipe’, justificou.

O atacante assumiu o papel de homem-gol, mas deixou um recado para quem acha fácil balançar as redes. ‘Acho que a cobrança por gols é normal. Essa é minha função independente de estar centralizado ou jogando pelas pontas, embora saibamos o quanto é difícil marcar. Se fosse tão fácil assim, todo mundo queria ser atacante. Na hora que ficamos cara a cara com o goleiro, temos que pensar rápido em poucos segundos para definir onde chutar’, explicou.

Para a próxima partida, Araújo pede respeito aos goianos. ‘O Campeonato Brasileiro é muito nivelado. Independente das posições que as equipes se encontram, as partidas são sempre difíceis. Acredito que será um jogo complicado, pois temos que jogar com seriedade e entrar concentrados para buscar a vitória’, afirmou o jogador. O retorno do artilheiro depende de avaliações que os médicos farão minutos antes da partida contra o Atlético-GO.