Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dono do melhor tempo, Button vê Lotus como equipe a ser batida

Por Da Redação 24 Maio 2012, 14h02

O britânico Jenson Button foi o único a rodar na casa dos 1min15s nos treinos livres para o Grande Prêmio de Mônaco, realizados na manhã desta quinta-feira. Ainda assim, o piloto da McLaren vê a Lotus, do francês Romain Grosjean e do finlandês Kimi Raikkonen, em superioridade.

‘Os carros que para mim pareceram muito rápidos foram os da Lotus. Sempre que foram à pista, pareceram muito competitivos. Então, eu diria que a Lotus é a equipe a ser batida neste final de semana’, afirmou Button – o treino livre será realizado às 9 horas (de Brasília) de sábado e a prova está marcada para o mesmo horário de domingo.

Ainda com pista seca na segunda sessão, Button registrou a volta mais rápida do dia, 1min15s746. Grosjean ficou em segundo nos dois treinos livres (sua melhor marca foi 1min16s138), enquanto Raikkonen foi o único a não marcar tempo nos trabalhos iniciais e terminou em 19em seguida.

‘Do primeiro treino para o segundo, o carro melhorou. Tinha alguma coisa que não gostei na primeira sessão, então tentamos algo diferente e funcionou. Estou feliz com a sensação do carro, mas ainda não chegamos lá. Ficamos na frente, mas fomos um dos únicos a marcar tempo com os pneus supermacios’, ponderou o inglês.Equipado com os pneus supermacios, Button fez a melhor volta do dia na segunda sessão e, após o início da chuva, ninguém conseguiu superá-lo. Com previsão de instabilidade climática para o treino de sábado, os competidores podem entrar na corrida com pouca experiência com os supermacios em trechos longos.

‘O importante com esses pneus é tentar fazer um trecho longo, o que acho que ninguém fez com o tanque cheio e não sabemos exatamente o que vai acontecer. Não fomos espetacularmente rápidos, mas o carro está ok e acho que ainda há muito para melhorar. Sabemos que direção tomar’, declarou Button.

Continua após a publicidade
Publicidade