Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Domenicali vê Massa maduro e melhora da relação com Alonso

Por Da Redação - 10 mar 2012, 11h00

Em baixa na Ferrari, Felipe Massa tem contrato até o final desta temporada. De acordo com Stefano Domenicali, diretor esportivo da escuderia italiana, o piloto brasileiro amadureceu e a relação dele com o espanhol Fernando Alonso, seu companheiro de equipe, melhorou.

‘Pela primeira vez, eles conversaram por telefone depois dos testes para compartilhar impressões’, declarou Domenicali. Massa não vence uma corrida desde o Grande Prêmio do Brasil-2008 e virou escudeiro de Alonso, bicampeão mundial, nas últimas temporadas.

Pat Fry, diretor técnico da Ferrari, descartou a possibilidade de subir ao pódio na prova de abertura do campeonato, no dia 18 de março, em Melbourne. Domenicali, por sua vez, confessa que não está satisfeito com os primeiros resultados do novo modelo, mas prefere esperar para emitir uma opinião definitiva sobre o carro.

‘Não estou contente com o carro porque não alcançamos o objetivo pré-fixado, e não porque sejamos mais lentos que os outros. Não estou contente com a maneira que o carro nasceu, mas gostaria de estar contente com o que ele nos dará no final. O Mundial é muito longo’, lembrou.

Publicidade

Superado pela Red Bull do alemão Sebastian Vettel nas duas últimas temporadas, Domenicali garante que a Ferrari não está com medo da rival austríaca. Questionado sobre o Grande Prêmio da Austrália, o diretor esportivo da escuderia tentou mostrar alguma esperança.

‘Pedimos aos engenheiros um carro extremo para recuperar a diferença em relação a Red Bull. Nos deram uma solução com grande potencial (o sistema de escapamento), mas que comporta uma diminuição da sustentação e um superaquecimento dos pneus. Em Melbourne, veremos em que pontos estamos’, encerrou.

Publicidade