Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dois jogos agitam as semifinais do NBB nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira, dois jogos válidos pelas semifinais do NBB serão disputados. Às 20h30, o Uniceub/BRB/Brasília joga a primeira partida contra o Pinheiros/SKY, em casa, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF). Na temporada passada, também nas semifinais da competição, o time da capital federal eliminou o Pinheiros fazendo 3 a 1 na série.

Se passar da equipe paulistana, o Brasília chegará a sua quarta final consecutiva no NBB. Vice-campeão na temporada 2008/2009 e campeão nos dois anos seguintes, a equipe quer se manter sempre entre os finalistas do torneio, fato que é corriqueiro nos últimos anos. O Pinheiros, melhor classificado na primeira fase, tem a vantagem de decidir em casa. Com isso, o time da capital necessita de uma vitória diante de sua torcida para facilitar a vida.

‘No ano passado, nós também tínhamos essa desvantagem de jogar fora, mas a equipe precisa fazer a lição de casa, vencer aqui em Brasília para depois pensar nos próximos dois jogos. Nós estudamos as principais jogadas do Pinheiros, vamos marcar os principais jogadores e tentar fazer o nosso melhor em quadra para vencermos’, ressaltou o armador Nezinho, do Pinheiros.

Pela segunda vez na história os paulistas atingem a fase semifinal do NBB. Nas quartas de final, a equipe de São Paulo conseguiu uma incrível virada contra o Joinville. Os catarinenses chegaram a fazer 2 a 0 na série, mas o Pinheiros foi buscar a reação e fechou com 3 a 2.

‘Será uma série muito complicada. Sabemos da qualidade do Brasília, que é uma equipe acostumada com decisões e jogos importantes, mas a nossa equipe está muito bem preparada. Treinamos as principais jogadas e vamos tentar a vitória fora de casa para depois podermos decidir a série em São Paulo’, disse Olivinha, ala/pivô do Pinheiros.

No outro duelo da noite, às 19h, o São José/Unimed/Vinac tenta empatar a série contra o Flamengo jogando diante da sua torcida, no Ginásio Lineu de Moura, em São José dos Campos (SP). Na primeira partida, disputada no Tijuca Tênis Clube, os rubro-negros exerceram bem o mando de quadra e fizeram 1 a 0.

Antes da derrota para a equipe carioca, o São José mantinha uma invencibilidade de 15 partidas. Mas o time joseense ainda mantém uma escrita: não perde em seus domínios há 12 jogos. Com os próximos dois duelos em casa, a equipe do Vale do Paraíba tem a esperança de assumir a vantagem na série.

‘Em casa, precisamos voltar a praticar o nosso basquete e fazer a lição de casa ao lado de nossa torcida. A série está aberta e vamos lutar para chegar à final’, disse o técnico Régis Marrelli.

Nas duas primeiras edições do Novo Basquete Brasil, o Flamengo chegou à decisão, mas no ano passado não conseguiu o feito. Agora, o Rubro-Negro carioca tenta repetir o que fez na fase de classificação, na qual foi a única equipe a vencer o São José no Lineu de Moura.

‘Demos apenas o primeiro passo, mas a série promete ser longa. São José é um time forte, que terminou a fase classificatória em primeiro lugar, então, tenho certeza que eles irão fazer de tudo para reverter a situação. Agora, é manter a tranquilidade e jogar com a mesma vontade que jogamos a primeira partida’, analisou o ala Marcelinho, capitão do Flamengo.