Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Djokovic cai, Murray enfrenta Federer na final em Dubai

O tenista sérvio Novak Djokovic, número um ano, sofreu nesta sexta-feira sua primeira derrota da temporada, ao perder por 6-2 e 7-5 para o escocês Andy Murray (N.4) pelas semifinais do torneio ATP de Dubai.

Na decisão, Murray enfrentará na decisão o suíço Roger Federer, que superou o argentino Juan Martín Del Potro em dois sets apertados, por 7-6 (7/5) e 7-6 (8/6).

Djokovic vinha de uma sequência de dez vitórias seguidas desde o início da temporada, a mais marcante delas na final antológica do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam do ano, quando superou o espanhol Rafael Nadal depois de 5 horas e 53 minutos de um jogo eletrizante.

O sérvio, que tinha vencido as três últimas edições do torneio, não pareceu muito abalado com a derrota.

“Estou bem fisicamente e mentalmente. Este é apenas o início da temporada. Ainda tem Masters 1000 (torneios mais importantes do ano depois dos Grand Slam) pela frente (Indian Wells e Miami), preciso estar preparado”, declarou ‘Nole’.

Já o escocês comemorou muito sua vitória. “É fantástico derrotar o número um do mundo. Tentei repetir o que tinha feito no Aberto da Austrália (quando perdeu em cinco sets na semifinal em partida muito disputada). Estava muito perto de vencer naquela ocasião e hoje, fiz o que precisava, apesar de ter levado um susto no final”, comentou.

Murray venceu o primeiro set com facilidade por 6 a 2, enquanto Djokovic cometia mais erros não forçados do que de costume.

No segundo, o escocês teve uma oportunidade de fechar no seu serviço com o placar de 5 a 3 a favor, mas o sérvio se manteve vivo ao conseguir a quebra.

Mesmo assim, Murray estava melhor no jogo e não desperdiçou a outra chance que teve e acabou fechando em 7 a 5.

Já Federer também derrotou Del Potro em dois sets, mas o jogo foi muito mais equilibrado, com ambas as parciais definidas no tie-break.

A experiência falou mais alto, e mais uma vez, o suíço, de 30 anos, mostrou toda sua força mental.

Na segunda parcial, o argentino até desperdiçou cinco set points no tie-break, quando chegou a abrir vantagens de 5 a 0 e 6 a 2, mas Federer acabou virando e fechando o jogo por 8 a 6.

Esta foi sua segunda vitória sobre Del Potro em menos de duas semanas, já que os dois se enfrentaram na decisão do torneio de Roterdã no dia 19 de fevereiro.

Apesar de ter sido eliminado por Nadal nas semifinais do Aberto da Austrália, Federer está em grande forma nestes últimos meses, e teve um fim de ano 2011 espetacular, quando conquistou três títulos consecutivos: o torneio da sua cidade natal, Basileia, o Masters 1000 de Paris e as Finais da ATP em Londres.

O torneio de Dubai é disputado sobre quadra dura e distribui 1.700.000 dólares em prêmios.