Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Diretoria do São Paulo decide e Leão avisa: Nilmar está descartado

A diretoria do São Paulo encerrou definitivamente as negociações para contratar o atacante Nilmar, atualmente no Villarreal, da Espanha. Depois do agente do brasileiro, Orlando da Hora, avisar que o negócio ficava mais difícil a cada dia, o técnico Emerson Leão foi o responsável por trazer a notícia ao torcedor são-paulino: Nilmar não vestirá a camisa do Tricolor em 2012.

As conversas se arrastavam desde o início de janeiro, quando o clube espanhol admitiu a intenção de negociar Nilmar e o São Paulo ficou interessado, já que havia vendido o então titular Dagoberto ao Inter. Antes de negociar, entretanto, os espanhóis trataram de oferecer à Roma, que declinou devido aos altos valores, assim como a Lazio, que formalizou uma proposta abaixo do esperado.

O clube do Morumbi chegou a oferecer 8 milhões de euros (cerca de R$ 19 milhões) e a cessão em definitivo de Casemiro, volante que o São Paulo já considerou valer 12 milhões de euros (R$ 27 milhões). O Villarreal aceitou o acordo, mas aí o entrave passou a ser a negociação com Orlando da Hora, empresário do atleta, que solicitou um valor alto de salários e travou o negócio.

‘Nilmar não, descartamos. Já foi encerrado, foi o que garantiram para mim. Nilmar não vem mais’, se limitou a dizer o técnico Emerson Leão, ao Sportv. Enquanto negociava com o ex-jogador de Corinthians e Inter, o São Paulo contratou Osvaldo, ex-Ceará, e ainda viu Willian José despontar como artilheiro da equipe no Campeonato Paulista durante a recuperação de Luís Fabiano.

O São Paulo já trouxe os zagueiros Paulo Miranda e Edson Silva, o lateral esquerdo Bruno Cortez, o volante Fabrício, os meias Maicon e Jadson, e o atacante Osvaldo, mas ainda busca um lateral direito para disputar posição com Piris e outros jogadores que Leão preferiu não revelar: ‘Estamos trabalhando nos bastidores, quietinhos e com calma, vendo quem podemos trazer’.

O fim das negociações por Nilmar é prejudicial para o Villarreal, que pretendia contar com o lucro da venda para quitar três meses de salários atrasados aos jogadores. Segundo o regulamento do Campeonato Espanhol, time que não mantiver os pagamentos em dia pode perder pontos. A equipe ocupa a 16colocação e corre o risco de ser rebaixada caso não quite os débitos.