Clique e assine a partir de 9,90/mês

Dimas reforça discurso da Lagosta Mecânica: ‘Arbitragem fraquíssima’

Por Da Redação - 19 jan 2012, 16h20

A vitória por 2 a 1 sobre o Trairiense na primeira rodada do Campeonato Cearense rendeu elogios por parte do técnico Dimas Filgueiras ao time do Ceará. Quem saiu debaixo de vaias e também acabou insultado após a partida foi o trio de arbitragem, criticado tanto por parte dos jogadores, técnico e dirigente da Lagosta Mecânica quanto do próprio comandante do Vozão.

O principal protesto dos jogadores da Trairiense após a partida no estádio Presidente Vargas foi em relação aos segundo gol do Ceará, marcado aos 43 do primeiro tempo. O atacante Felipe Azevedo estaria impedido no lance em que concluiu a gol.

A visão de Dimas é diferente. ‘Eu acho que ele (o árbitro) poderia ter expulsado vários jogadores do time adversário. Ao invés disso, expulsou o Juca. Arbitragem fraquíssima, concordo com eles’, ironizou.

Logo após a partida, o goleiro Aloísio, da Lagosta Mecânica, bradou na saída para o vestiário: ‘O Ceará não precisa disso! Vence o Trairiense na hora que quiser’. O técnico Jorge Pinheiro também condenou a arbitragem: ‘Foi uma jogada duvidosa. Foi neste lance em que tomei a virada, cartões amarelos e vi o resultado final ser definido’.

Continua após a publicidade

Apesar de todos os problemas, o diagnóstico de Dimas é positivo: ‘Gostei demais da apresentação do Ceará. Quando nós tivemos gás o suficiente, conseguimos fazer uma grande partida. Depois, só mantivemos o resultado e trabalhamos posse de bola, passe lateral. Fomos bem’.

Publicidade