Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dimas nega bônus, mas diz que permanência na Série A é prioridade

O diretor de futebol do Cruzeiro, Dimas Fonseca, explicou nesta terça-feira, a situação contratual do técnico Vágner Mancini, apresentado como novo treinador da Raposa. Segundo ele, Mancini não terá nenhum tipo de gratificação especial caso consiga manter a equipe na elite do futebol brasileiro. O vínculo do treinador com o time celeste foi assinado até o dia 31 de dezembro, mas de acordo com o dirigente, existe a possibilidade de prorrogação.

‘O contrato é até 31 de dezembro com opção para mais um ano. Achamos a melhor maneira de fazer o contrato. Não tem nenhuma premiação. Ele está ciente da manutenção do clube na série A. Tivemos ótimas referências do Mancini. A gente procura saber onde o treinador trabalhou. Conversamos com pessoas do Vasco, Grêmio e Vitória e tivemos ótimas referências como já sabíamos’, declarou.

Para Dimas Fonseca, a meta da equipe para o restante de temporada é permanecer na primeira divisão do Brasileirão. ‘Primeiramente é bom lembrar que não estamos na zona. É para nos manter na Série A. Isso é nosso principal objetivo. Ele sabe de todas nossas condições’, frisou o dirigente.

Ciente das dificuldades, Vágner Mancini já enxerga dificuldades para montar o time cruzeirense, que enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre, no próximo final de semana. ‘Já vejo dificuldades para montar o time para domingo. Não temos tantas opções assim. Esse atleta de velocidade, no momento do clube, faz falta. Em todas as equipes, você busca equipe equilibrada, que sabe se defender e atacar, e tem variantes que possibilitam agredir o adversário’, comentou.