Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Diguinho aponta ‘rendimento horrível’ como causa da derrota contra o Coelho

Por Da Redação 12 nov 2011, 20h30

Assim que o árbitro trilou o apito final, a torcida ficou em completo silêncio, como se não entendesse o que estava acontecendo. No outro instante, não segurou a frustração e vaiou os jogadores do Fluminense, que saíram do Engenhão derrotados pelo América-MG pelo placar de 2 a 1.

Esse resultado evitou que o Tricolor assumisse a liderança provisória do Campeonato Brasileiro e ainda afastou o time do sonho do bicampeonato brasileiro, já que a equipe se manteve com 56 pontos, mas sob o risco de ser ultrapassado por Botafogo e Flamengo, que entram em campo no domingo.

Quando quase nenhum jogador se dispôs explicar o resultado, o volante Diguinho deu a cara à tapa e chamou a responsabilidade da derrota para o elenco, mesmo que ele próprio tenha saído do banco de reservas para entrar no lugar de Valencia, que não atuava bem.

‘Por se tratar de um campeonato difícil, as coisas se complicam um pouco com essa derrota. Pela força do grupo e pela experiência que temos, posso dizer que ainda estamos em busca do título apesar disso tudo, inclusive do nosso rendimento horrível contra o América-MG’, afirmou o volante, insatisfeito com o rendimento do time.

Com 35 mil torcedores presentes e decepcionados no Engenhão, Diguinho não teve outra alternativa senão pedir desculpas: ‘Nesse momento eu só quero dizer para a nossa maravilhosa torcida, que confiou na gente e lotou o Engenhão, que devíamos ter feito mais e melhor, mas não conseguimos, talvez por nervosismo. Não sei, é difícil explicar. Só pedir desculpas’.

Continua após a publicidade
Publicidade