Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Depois de Marlon e Derley, Elicarlos pede o apoio da torcida do Náutico

Por Da Redação 8 set 2011, 16h59

Para deixar para trás de vez os tropeços diante de Ponte Preta e Portuguesa na Série B, o elenco do Náutico quer igualar a sequência negativa, mas de forma positiva. O time bateu o Goiás por 2 a 1 na última sexta-feira e agora quer a vitória dentro dos Aflitos lotado contra o Criciúma.

Depois do zagueiro Marlon e do volante Derley pedirem aos torcedores que compareçam em massa para o duelo da próxima rodada, foi a vez de Elicarlos requisitar a presença da torcida. ‘Estamos na expectativa de ver a casa cheia. Queremos muito o apoio do nosso torcedor e que eles joguem junto com a gente os 90 minutos’.

O recorde de público do Estádio dos Aflitos nesta Série B é de 16.300 torcedores, no último confronto disputado no local, contra a Portuguesa. O jogo acabou empatado, mesmo com o Náutico tendo dois jogadores a mais em campo durante toda a segunda etapa, e a torcida criticou a equipe. Mesmo assim, ele garante que o fato já é passado.

‘Não existe isso de que o time está magoado com a torcida. Estamos fazendo nossa parte e, com ajuda dos alvirrubros, vamos em busca de mais uma vitória’, disse, empolgado, Elicarlos, que fará sua 98partida pelo Náutico neste jogo.

Questionado sobre o adversário que a equipe terá pela frente, o volante relembrou o primeiro embate entre os dois clubes nesta Série B e alertou para o perigo que o time vai encarar. ‘Empatamos com eles lá em Santa Catarina. O Criciúma tem um time forte e vai nos dar trabalho, mas nosso pensamento é vencer, respeitando sempre todos os adversários’.

O Timbu é o terceiro colocado da Segunda Divisão, com 38 pontos, e não tem chance alguma de assumir a liderança já na próxima rodada, mas também não corre riscos de ser deslocado para fora da zona de classificação para a Série A.

Continua após a publicidade
Publicidade