Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Decisivo, Ramires destaca superação do Chelsea e lamenta suspensão

Por Da Redação 25 abr 2012, 10h41

O volante Ramires teve participação efetiva na classificação do Chelsea para a final da Liga dos Campeões da Europa ao dar a assistência para o gol de Drogba na primeira partida contra o Barcelona (1 a 0) e ao anotar um golaço por cobertura no empate por 2 a 2 nesta terça-feira, em pleno Camp Nou. Após a partida, o brasileiro destacou o feito do time inglês, que destronou o atual campeão do torneio europeu apostando em um sólido sistema defensivo.

‘Acho que os méritos são da equipe, que não se abateu quando tomou os gols e logo correu para diminuir. Disseram que íamos tomar um chocolate do Barça, mas provamos o contrário. Vencemos em casa e empatamos fora, então sequer perdemos um jogo para eles. Isso deixa os jogadores motivados e felizes pelo que apresentamos. Muita gente não acreditava e sabemos quem torceu e acreditou de verdade. E os jogadores, mais do que ninguém, acreditaram’, destacou o volante, em entrevista à ‘ESPN Brasil’.

No confronto desta terça-feira, o gol de Ramires aconteceu no final do primeiro tempo, quando o Barcelona vencia por 2 a 0, resultado que classificaria o time espanhol à final da Liga dos Campeões. Para o técnico Roberto Di Matteo, o tento do brasileiro foi fundamental para que o Chelsea obtivesse a vaga.

‘O gol do Ramires foi crucial e nos deu aquela esperança e crença de que podíamos aguentar no segundo tempo. Dissemos antes do jogo que precisávamos marcar, e foi o que aconteceu. O gol nos devolveu a vantagem e o segundo tempo não teve tanto a ver com tática, mas sim com paixão, orgulho e desejo de atingir a final’, disse o italiano.

Apesar das atuações destacadas nos últimos jogos, Ramires não atuará na final da Liga dos Campeões, agendada para o próximo dia 19 de maio, em Munique, contra o vencedor do duelo entre Real Madrid e Bayern de Munique. O brasileiro acumulou três cartões amarelos na competição e irá desfalcar o Chelsea, assim como os zagueiros Terry (expulso nesta terça) e Ivanovic e o volante Raul Meireles (ambos com três cartões amarelos).

‘É claro que fico chateado de não ir para a final, mas acho que Deus sabe o que faz. Se não era para eu disputar, não vou disputar. O que importa é que passamos, é isso que vale. Nosso time é muito bom, com grandes jogadores. Estarei na torcida, bastante nervoso, mas o importante vai ser apoiar os companheiros que vão entrar para terem tranquilidade de jogar a final’, disse Ramires.

Continua após a publicidade

Publicidade