Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

De muleta e com dores após cirurgia, Giba mira Olimpíadas de Londres

Por Da Redação 14 fev 2012, 12h52

O ponteiro Giba passou por uma cirurgia na última segunda-feira, no Rio de Janeiro. No dia seguinte à operação na canela esquerda, realizada pelo médico Ney Pecegueiro, da Seleção Brasileira, de forma bem sucedida, o jogador concedeu sua primeira entrevista sem esconder as dores e pensando nos Jogos Olímpicos de Londres.

‘Tem uma dor bastante grande devido ao trauma que a operação traz, tem de colocar parafusos, tudo mais. Mas isso é normal, faz parte da recuperação. Estou sendo muito bem cuidado’, afirmou Giba, ainda de muletas após a implantação de uma haste de titânio dentro de seu osso para tratar um princípio de fratura por estresse na tíbia.

O ponteiro de Cimed/Sky e da Seleção Brasileira se mostrou confiante no processo de recuperação projeto por Ney Pecegueiro. O prazo para retomar os treinamentos é de aproximadamente três meses e o jogador planeja realizar a maior parte do tratamento pós-operatório em Florianópolis, ao lado de sua equipe.

‘Cada fase vai durar um tempo. Devo levar de duas a três semanas para deixar de andar de muletas, mais algum tempo para fisioterapia, algo em torno de um mês para voltar a treinar e cuidar da parte física. Não vou fazer esforços desnecessários, mas se der para retornar logo, vou querer fazer’, declarou.

O objetivo final do processo é garantir presença nos Jogos Olímpicos de Londres, nos quais o vôlei tem início previsto para o próximo dia 28 de julho. Otimista, Giba não descarta a possibilidade de se recuperar a tempo de defender a Cimed na fase final da Superliga.

‘O foco é Londres, a Superliga está muito em cima. Acredito que se não fosse ano olímpico, eu faria o tratamento convencional. Mas vamos ver como vou me recuperar. Se eu estiver apto para jogar em dois meses e poder ajudar a Cimed/SKY nos playoffs, seja com um saque ou com uma recepção, vou ajudar’, prometeu

O jogador ainda fez questão de agradecer pela série de mensagens dos torcedores e garantiu que voltará a ser mesmo após completar o período de recuperação. ‘Não terei medo porque, uma vez estando em quadra, o receio será zero. Obrigado a todos pelo carinho e pela força. Não se preocupem, logo, logo estou de volta’, concluiu.

Continua após a publicidade

Publicidade