Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cruzeiro bate Vôlei Futuro e fatura título da Superliga

Por Da Redação 21 abr 2012, 12h53

Por AE

São Bernardo do Campo – Em jogo tenso, o Cruzeiro se impôs em quadra e se sagrou campeão da Superliga masculina de vôlei ao derrotar o Vôlei Futuro na decisão por 3 sets a 1, com parciais de 24/26, 25/18, 25/13 e 25/19, em São Bernardo do Campo. Foi o primeiro título da equipe mineira na competição.

A final de uma das edições mais equilibradas da Superliga foi marcada por provocações e reclamações contra a arbitragem dos dois lados da quadra. O maior momento de tensão aconteceu no set inicial, quando o oposto Lorena, do Vôlei Futuro, passou por baixo da rede para tirar satisfações com Maurício, do Cruzeiro, por conta de uma provocação. Uma bola duvidosa do cubano Camejo já havia esquentado o clima com o juiz antes da confusão.

Com a retomada do jogo, o Vôlei Futuro fechou o set inicial, contando com atuações decisivas de Lorena e do levantador Ricardinho, ex-seleção brasileira. Mas a vitória na parcial não abalou o Cruzeiro. Mais concentrada, a equipe mineira voltou melhor para o segundo set, neutralizou os ataques do rival e empatou a partida.

No terceiro set, o Vôlei Futuro sofreu uma importante baixa. Lorena sentiu cãibras na panturrilha direita e deixou a quadra. A contusão deixou a equipe paulista ainda mais instável na partida. O Cruzeiro soube se aproveitar do momento favorável e virou o placar ao fechar a terceira parcial.

Depois do baque, o time paulista começou melhor a quarta parcial e manteve o confronto equilibrado até o Cruzeiro abrir dois pontos de vantagem e fazer 14/12. Mesmo com o retorno de Lorena ao jogo, o Vôlei Futuro não conseguiu acompanhar o ritmo do Cruzeiro e viu os rivais se sagrarem campeões da Superliga.

Continua após a publicidade
Publicidade