Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Corintianos picham estádio de Toyota para provocar o Santos: ‘7 x 1 eterno’

Por Da Redação 13 dez 2011, 16h31

O Santos não está livre das provocações de seus rivais mesmo do outro lado do mundo, no Japão. No muro de um dos acessos do Toyota Stadium, onde a equipe brasileira enfrentará o japonês Kashiwa Reysol às 8h30 (de Brasília) desta quarta-feira, torcedores do Corinthians agouraram a participação santista no Mundial de Clubes com uma pichação: ‘7 x 1 eterno’.

O ato de vandalismo foi registrado no Twitter oficial da subsede da organizada Gaviões da Fiel no Japão. ‘Boas-vindas aos sardinhas! 7 x 1 eterno!’, escreveram os moderadores da página. Lembranças à goleada aplicada pelo Corinthians sobre o Santos no Campeonato Brasileiro de 2005, no Pacaembu, já se tornaram comuns em faixas e bandeiras quando há clássico entre as equipes.

Até o atual técnico do Kashiwa Reysol, o brasileiro Nelsinho Baptista, não escapou de referências ao 7 a 1 de 2005 durante o Mundial de Clubes. Era ele o treinador do Santos na época. ‘Isso já ficou no passado. Estou em um momento tão bom que não tenho que ficar falando dessas coisas’, disse o comandante, incomodado, quando foi indagado sobre o assunto.A pichação no Toyota Stadium não foi a primeira provocação corintiana a um rival em um Mundial de Clubes. Na decisão de 2005, entre São Paulo e o inglês Liverpool, o catalão Albert Monte (que ficou conhecido por invadir eventos esportivos) arremessou um bambi de pelúcia no goleiro Rogério Ceni.

Publicidade