Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corinthians sofre empate no fim, mas segue na liderança

Por Gabriel Melloni

São Paulo – O Corinthians perdeu a chance de abrir vantagem na liderança do Campeonato Paulista ao ficar no empate por 1 a 1 diante do Guarani, neste sábado, no Pacaembu, pela 13.ª rodada. A equipe saiu na frente com Elton, ficou com um jogador a mais em boa parte do segundo tempo, mas abusou dos gols perdidos e acabou sendo punida com o empate no final, em pênalti convertido por Fumagalli.

Mesmo assim, o time do Parque São Jorge se manteve na liderança, com 30 pontos, três à frente do Santos, que perdeu para o Mogi Mirim também neste sábado. Na próxima rodada, o adversário será o Comercial, no domingo que vem, às 16 horas, em Ribeirão Preto. Antes, no entanto, a equipe terá um importante compromisso pela Libertadores, quando enfrenta o Cruz Azul, nesta quarta-feira, no México.

Já o Guarani encerrou uma sequência de três derrotas consecutivas e chegou aos 23 pontos, na sexta colocação. Na próxima rodada, a equipe receberá o Mirassol, em Campinas, no próximo sábado, às 18h30.

O Corinthians entrou em campo sem seus titulares, poupados para a disputa da Libertadores, e ainda tentando entender a saída de Adriano da equipe. O atacante havia treinado durante a semana, mas, na última sexta, foi confirmado que ele não jogaria. Antes da partida, o diretor de futebol Roberto de Andrade chegou a negar um bate-boca entre o jogador e o técnico Tite.

O JOGO – Talvez abalado pela crise com Adriano e com o desentrosamento natural pela falta de partidas com esta formação, o time da casa começou muito mal e o Guarani aproveitou para dominar. A equipe campineira mantinha a posse de bola, que chegou a ser superior a 70% em certo momento, e criou algumas oportunidades.

Aos 9 minutos, Fabinho fez boa jogada pela esquerda e rolou para Danilo Sacramento. O meia bateu, a bola desviou e Danilo fez boa defesa. Dez minutos depois, os visitantes tiveram sua maior chance no primeiro tempo. Após contra-ataque rápido, Wellington Monteiro deu lançamento perfeito para Oziel. Ele rolou para Fumagalli, que bateu de primeira e a bola passou perto da trave esquerda.

O ímpeto inicial do Guarani diminuiu e o Corinthians passou a equilibrar as ações, mas continuava menos perigoso que o adversário. Edenilson deu bom chute de fora da área, mas depois Ronaldo respondeu com uma boa jogada, em que acabou chutando para fora.

O cenário da partida passou a ficar mais favorável ao time da casa, que conseguiu marcar aos 24 minutos. Emerson fez boa jogada pela esquerda, pedalou e tocou de calcanhar para Ramon. O lateral cruzou, a bola ficou dividida entre a defesa do Guarani e o meia Douglas, e sobrou para Elton, que tocou sem chance para o goleiro Emerson.

O gol desanimou os campineiros, que não levavam mais o mesmo perigo. Assim, o Corinthians cresceu, abusando das jogadas com Emerson, que fazia um bom primeiro tempo, e Willian, que também incomodava a zaga adversária.

O time da casa voltou para o segundo tempo dominando a partida e perdeu duas boas chances nos primeiros minutos. Antes dos 2 minutos, Edenilson e Ramírez trocaram passes, o peruano pedalou, limpou o zagueiro e finalizou, mesmo sem ângulo. A bola saiu à direita. Aos 5, Willian aproveitou cruzamento, dominou e tentou tocar na saída de Emerson, que fez boa defesa.

Soberano no jogo, o Corinthians seguiu a pressão, sempre com Emerson. Aos 10 minutos, ele quase marcou, depois de uma trapalhada de Domingos. Cinco minutos depois, o atacante cruzou da direita, Emerson, do Guarani, falhou. Willian aproveitou, tirou o goleiro e acertou a trave, perdendo um gol incrível.

Aos 17 minutos os campineiros ameaçaram uma reação. Após cruzamento da direita, Fábio Bahia cabeceou sozinho, quase na pequena área, e Danilo Fernandes fez grande defesa. No entanto,Domingos foi expulso logo depois, por falta em cima de Elton, e esfriou o Guarani.

Sem ser ameaçado, o Corinthians também diminuiu o ritmo e só voltou a levar perigo aos 34 minutos, novamente com Emerson, em chute de fora da área. Depois, foi a vez de Vitor Júnior também arriscar de longe, exigindo boa defesa do goleiro adversário.

Quando os anfitriões se limitavam a tocar a bola de lado e parecia que o jogo estava definido, o árbitro marcou pênalti de Antônio Carlos em Fabinho. Depois de muita reclamação dos corintianos, Fumagalli no meio, bateu pelo alto, e marcou o gol de empate do Guarani, aos 42 minutos.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 X 1 GUARANI

CORINTHIANS – Danilo Fernandes; Edenilson, Marquinhos, Antônio Carlos e Ramon; Gomes (Bill), Luis Ramírez e Douglas (Vitor Júnior); Willian (Gilsinho), Emerson e Elton. Técnico – Tite.

GUARANI – Emerson; Oziel (André Leone), Domingo, Neto e Bruno Recife; Wellington Monteiro (Medina), Fábio Bahia, Danilo Sacramento e Fumagalli; Ronaldo (Bruno Mendes) e Fabinho Souza. Técnico – Osvaldo Alvarez.

GOLS – Elton, aos 24 minutos do primeiro tempo. Fumagalli, aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – José Cláudio Rocha Filho.

CARTÕES AMARELOS – Neto, Domingos, Gomes, Danilo Sacramento, Bruno Recife, André Leone, Antônio Carlos, Fábio Bahia.

CARTÃO VERMELHO – Domingos.

RENDA – R$ 458.349,00.

PÚBLICO – 15.412 pagantes.

LOCAL – Estádio do Pacaembu, em São Paulo.