Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Corinthians esquece vantagem e Santos aposta em trio ofensivo na decisão

Por Da Redação - 19 jun 2012, 18h10

São Paulo, 19 jun (EFE).- O Corinthians recebe o Santos nesta quarta-feira no estádio do Pacaembi, no jogo de volta das semifinais da Taça Libertadores, precisando apenas de um empate conquistar a inédita classificação para a final do torneio, enquanto os rivais buscam seguir lutando pelo seu quarto título continental.

Com belo gol de Emerson, o Corinthians, atual campeão brasileiro, conseguiu na ida uma importante vitória na Vila Belmiro por 1 a 0. Com isso, a equipe joga pelo empate, enquanto o Santos precisa vencer por dois gols de diferença ou por um gol, em que marque pelo menos duas vezes.

O técnico Tite admitiu que o ‘Timão’ irá se contentar com o empate, apenas caso quando a partida estiver se encerrando, adotando postura ofensiva no duelo decisivo.

‘A equipe será agressiva, tentará manter a posse de bola, marcará com força e irá atacar, em busca do gol e para tentar a vitória. Podemos administrar essa vantagem nos últimos dez minutos e não durante toda a partida, já que o Santos é uma equipe com qualidade e pode surpreender a qualquer momento’, disse o treinador corinthiano.

Publicidade

Tite não poderá contar com o atacante Emerson, autor do gol na semana passada e que terá que cumprir suspensão automática por expulsão. O titular será Willian, que é praticamente um 12º jogador da equipe da capital paulista.

A única dúvida do Corinthians é a escalação do zagueiro Chicão, que sentiu uma pancada no treino desta segunda-feira e está em observação médica. Caso não possa ser aproveitado, seu substituto será Wallace, que também se recuperou a pouco tempo de contusão, que o tirou de diversas partidas da competição sul-americana.

A obsessão dos atuais campeões nacionais com a possibilidade de conquistar o título inédito da Libertadores é tanta, que o Corinthians esqueceu totalmente o Campeonato Brasileiro deste ano, já que ocupa o último lugar na classificação.

O Santos, que precisa vencer para ter a chance de defender seu título na final, deverá escalar o atacante Borges no lugar do meia Elano, utilizando o camisa 9 ao lado de Alan Kardec e do astro Neymar, com o trio sendo abastecido por Paulo Henrique Ganso.

Publicidade

O técnico Muricy Ramalho deixou clara sua opção por uma postura ofensiva e treinou sempre com três atacantes nos últimos dias.

Ainda se recuperando de uma cirurgia no joelho, Ganso, o principal armador da equipe, está novamente confirmado para a partida diante do Corinthians.

O ‘Peixe’ terá seu time completo e sem nenhum desfalque, tendo as presenças de Neymar e Rafael em boas condições, já que os dois reclamaram de cansaço após a longa turnê com a seleção brasileira pela Alemanha e EUA.

O time santista também faz péssima no ‘Brasileirão’, e está ao lado do rival desta quarta-feira na zona de rebaixamento da competição nacional, após cinco rodadas disputadas.

Publicidade

Prováveis escalações:.

Corinthians: Cássio; Alessandro, Leandro Castán, Chicão (Wallace) e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Alex; Jorge Henrique e Willian. Técnico: Tite.

Santos: Rafael; Henrique, Edu Dracena, Durval e Juan; Adriano, Arouca e Paulo Henrique Ganso; Alan Kardec, Neymar e Borges. Técnico: Muricy Ramalho.

Árbitro: Leandro Vuaden, auxiliado por Altemir Hausmann e Alessandro Rocha.

Publicidade

Estádio: Pacaembu, em São Paulo. EFE

Publicidade