Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Corinthians bate Bahia, se recompõe e continua à caça do líder Vasco

Por Da Redação 25 set 2011, 18h00

O Corinthians finalmente se recompôs depois de três jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro. Em tarde muito fria na capital paulista, o time alvinegro reaqueceu as esperanças do torcedor ao derrotar o Bahia por 1 a 0, no Pacaembu. Na ausência do artilheiro Liedson, vetado em virtude de dores crônicas no joelho esquerdo, o gol foi marcado por Emerson (expulso no fim do jogo ao receber dois cartões por cera e reclamação).

A vitória faz a equipe comandada pelo técnico Tite subir da quarta para a segunda colocação e a mantém a dois pontos do ponteiro Vasco (49 contra 47). O time de São Januário será justamente o próximo adversário do Corinthians, no domingo que vem, no Rio de Janeiro. O Bahia tem compromisso um dia antes, quando enfrenta o Avaí, dentro do Pituaçu.

Faltou paciência e futebol no primeiro tempo. Os dois times marcaram bem e, dado a falta de espaço e a pressa para trabalhar os passes, as jogadas saíam forçadas demais para os homens de frente. Tanto que os lances de maior perigo até o intervalo partiram de faltas e escanteios.

A grande chance antes do intervalo foi tricolor. Aos seis minutos, depois de escanteio cobrado pelo lado esquerdo, Junior subiu sozinho entre os zagueiros e cabeceou a bola no travessão de Julio Cesar. No rebote, Titi tentou novo cabeceio, e o goleiro se esticou para dar um tapa e tirar. ‘O Junior me matou completamente no cabeceio’, reconheceu o corintiano.

O Corinthians, que tinha o zagueiro Wallace aparentemente nervoso, respondeu timidamente. Passados dez minutos do susto, Danilo recebeu cruzamento do lado esquerdo e ajeitou de cabeça para Paulo André. A bola pingou uma vez no gramado e subiu para o zagueiro acertar uma bela puxeta. A bola não passou tão rente à trave, mas também assustou.

Fora esses dois lances, as equipes ameaçaram as metas adversárias sem muita veemência, mais na medida de arremates de longa distância e, quando dentro da área, com pouca força. ‘A bola está correndo muito, está beneficiando o contato físico. Não tem tido muita possa de bola de nenhum time’, tentou justificar o visitante Carlos Alberto, no intervalo.

No retorno dos vestiários, o Bahia até começou incisivo, com jogadas pelas laterais. Mas o Corinthians reagiu rapidamente, partiu para cima e chegou ao gol aos 13 minutos. Após cruzamento de Alex pelo lado esquerdo, Emerson pegou sobra e estufou a rede de Marcelo Lomba.

Apesar do gol, o Corinthians não teve vida fácil no restante da etapa complementar. Autor do gol, Emerson foi expulso ao receber dois cartões amarelos seguidos, um por fazer cera e outro por reclamar da advertência do árbitro. Apesar de ter um jogador a menos em campo, a equipe da casa conseguiu se fechar bem para segurar a vitória pelo placar mínimo e se reabilitar.

Continua após a publicidade
Publicidade