Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corinthians arranca empate contra Inter, mas deixa a ponta

Jogando boa parte da partida com um a menos, paulistas marcam 1 a 1 no fim

O Corinthians deixou a ponta do Campeonato Brasileiro para o Vasco, neste domingo, mas deixou o Beira-Rio de cabeça erguida. Depois de o Internacional usar vantagem numérica pela expulsão de Alessandro para abrir o placar, com gol de Nei, a equipe paulista arrancou o empate por 1 a 1 aos 43 minutos da etapa final, quando o rival também já tinha dez em campo (D’Alessandro também recebeu cartão vermelho), com golaço de falta de Alex.

Com o resultado, o time paulista soma agora 55 pontos, cai para a segunda posição e vê o Vasco pular para a dianteira, com dois pontos a mais. A equipe comandada pelo técnico Tite volta a campo daqui a uma semana, quando terá pela frente o Avaí, no Pacaembu. Também no domingo que vem, os comandados de Dorival Júnior, que agora somam 48 pontos, sairão de casa para visitar o Atlético-GO, no Serra Dourada.

O Corinthians começou melhor na partida, empurrando o Internacional para o campo de defesa. A equipe visitante tinha bom volume de jogo, mas pecava no último passe. Assim foi aos nove minutos, quando o volante Paulinho recebeu na entrada da área e poderia ter batido direto, porém preferiu abrir para Alessandro, mas pôs pouca força na bola.

Depois disso, a equipe da casa melhorou. Com 12 minutos, Andrezinho avançou pelo lado direito do ataque e cruzou rasteiro para o meio da área. Oscar tentou o domínio, sendo que a defesa corintiana já havia passado do lance, mas se atrapalhou e perdeu boa chance de marcar.

Outra boa oportunidade do Inter antes do intervalo foi com Jô, aos 27. Acionado na ponta esquerda, o atacante ficou indeciso entre chutar a gol e cruzar e acabou acertando Julio Cesar. Na sobra, o zagueiro Paulo André chegou antes de Andrezinho, que surgia para empurrar à rede. Dois minutos mais tarde, Jô recebeu quase que na mesma posição e chutou firme em direção a gol, mas nas pernas do arqueiro corintiano.

Com as ações equilibradas, o Corinthians também poderia ter ido para o vestiário à frente no marcador, mas desperdiçou chegada ao ataque com Liedson, que furou o cruzamento à frente do goleiro Muriel. Em seguida, Alex levantou bola para Willian, mas o atacante dominou com a canela.

O placar não foi movimentado no primeiro tempo, mas o jogou mudou antes do intervalo, pois o lateral direito Alessandro cometeu falta dura em Andrezinho, entrando de carrinho no colorado, levou o cartão vermelho e deixou o Corinthians com um jogador a menos em campo. Irritado, mas sem reclamar da marcação, ele atirou a faixa de capitão no gramado.

Com tempo para reorganizar a formação, Tite deixou a substituição para ser feita somente antes do segundo tempo. Ele sacou Willian e colocou o lateral direito Welder. Quando a bola voltou a rolar, o técnico fez nova alteração na equipe, tirando Liedson para a entrada de Jorge Henrique.

O Inter chegou ao gol aos 20 minutos da etapa final. Após cruzamento vindo pelo lado esquerdo do ataque, Nei se atirou, cabeceou e viu a bola tocar no pé da trave esquerda antes de entrar.

Em vantagem no marcador, o Inter não abdicou do ataque porque tinha também um jogador mais em campo. O Corinthians, por sua vez, não pôde também desistir ao menos de arrancar o empate fora de casa, já que qualquer revés nesta reta final de competição pode custar o título.

Uma boa oportunidade para o Corinthians apareceu sete minutos depois de o placar ter sido inaugurado. Jorge Henrique foi derrubado por Nei na meia-lua da grande área, mas Alex carimbou a barreira na cobrança. Só que o meia teria outra chance aos 43 minutos, quando ele próprio foi derrubado por D’Alessandro e cavou a expulsão do argentino. De longe, ele bateu firme no canto de Muriel e decretou a igualdade no Beira-Rio.

(Com agência Gazeta Press)