Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Copa do Brasil de 2013 terá times da Libertadores

Torneio começará com 80 clubes, no sistema mata-mata, com jogos de ida e volta, até que sobrem 10 times

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, fez um pronunciamento na tarde desta quinta-feira, no Rio de Janeiro, para anunciar mudanças no calendário e no formato de algumas competições brasileiras. A principal delas envolve a Copa do Brasil, que passará a ser realizada, a partir de 2013, entre março e novembro, e contará com os times que disputaram a Copa Libertadores da América no mesmo ano.

O torneio nacional, normalmente no primeiro semestre, será disputado neste período em 2012, em respeito ao Estatuto do Torcedor, mas a partir do ano seguinte será enquadrado no formato mais longo e com mais equipes. Com isso, poderá contar com os clubes que estarão na Libertadores, que encerra no primeiro semestre. Pelo novo formato, a Copa do Brasil começará a ser disputada por 80 clubes, a deste ano teve 64. O atual sistema mata-mata, com jogos de ida e volta, será mantido até que sobrem apenas 10 times. A partir daí, seis clubes brasileiros que jogaram a Libertadores no mesmo ano entrarão na competição nacional, formando o grupo de 16 equipes que estarão nas oitavas de final. Caso apenas cinco clubes brasileiros disputem a Libertadores, a sexta vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil fica com o time mais bem colocado no ranking nacional. Nordeste – Além de anunciar o novo formato da Copa do Brasil, Ricardo Teixeira disse que a Copa do Nordeste voltará a ser disputada. A competição terá 16 clubes, com quatro grupos de quatro times, entre janeiro e março de 2013. O torneio contará com os campeões estaduais e os jogos serão disputados em 12 datas reservadas pelo calendário da CBF. Pernambuco e Bahia contarão com três clubes classificados cada um, enquanto os demais estados da região ganharão duas vagas. Os times da Copa do Nordeste começarão a disputar os torneios regionais quando os mesmos estiverem em sua segunda fase. (Com Agência Estado)