Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Comemorando o halloween, Djokovic sofre, mas vence na Suíça

Retornando após um longo tempo afastado das quadras, Novak Djokovic enfim disputou novamente uma partida de tênis. Feliz pelo seu retorno, o número 1 do mundo entrou em quadra pelo ATP 500 da Basileia utilizando uma máscara, em comemoração ao halloween. Com a bolinha rolando, no entanto, o tenista sérvio sofreu bastante para vencer o belga Xavier Malisse por 2 sets a 1, em parciais de 6/2, 4/6 e 7/5, avançando à segunda fase.

Carismático, Djokovic arrancou risos do público e demonstrou o costumeiro bom humor ao se dirigir até o seu assento vestindo a máscara. E o belga Malisse pode ter se sentido menosprezado com a atitude aparentemente despretensiosa do líder do ranking mundial – ao menos a partir do segundo set.Isso porque na primeira parcial, Djoko mostrou a mesma habilidade vista durante todo o ano, onde conquistou 64 vitórias e apenas três derrotas. Em sua primeira partida desde que abandonou a semifinal da Copa Davis entre Sérvia e Argentina (desistiu da partida contra Juan Martin Del Potro por uma lesão nas costas), ele quebrou o saque do adversário duas vezes e fez um rápido 6/2.

No segundo set, no entanto, abusou dos erros e desperdiçou bolas fáceis para Malisse, que se aproveitou do mau momento do sérvio para quebrar o saque do adversário e conseguir empatar o jogo em 1 a 1, parecendo ir em melhor fase para o tie-break.

Apenas parecia. Djokovic deu mostras de que iria se recuperar e começou com uma quebra de saque, fazendo 3 a 0. No entanto, Malisse reagiu e confirmou seus serviços até o placar apontar 5/3. ?Nole’, então, sofreu nova pane e permitiu ao belga que vencesse os dois games seguintes e empatasse o jogo. Na hora de virar o jogo, no entanto, ele falhou mais uma vez e o melhor do mundo se aproveitou, confirmou os dois games seguintes, e fechou o jogo.

Na próxima fase do ATP 500 da Basileia, Djokovic irá enfrentar o vencedor do confronto entre o alemão Tobias Kamke e o polonês Lukasz Kubot. Ele tenta o 11título na temporada, e quer o bicampeonato da competição (ele venceu em 2009, mas perdeu em 2010 para Roger Federer, que está na outra ponta da tabela e só poderá enfrentá-lo na final).