Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com três gols de brasileiros, Barça atropela Al-Saad

Com três gols marcados por jogadores brasileiros, o Barcelona goleou o Al-Saad, do Qatar, por 4 a 0, nesta quinta-feira em Yokohama, pela semifinal do Mundial de Clubes, e enfrentará o Santos na decisão de domingo.

O lateral brasileiro Adriano fez os dois primeiros do time catalão aos 25 e 43 do primeiro tempo e o volante malinense Seydou Keita fez 3 a 0 aos 19 da etapa final.

O terceiro gol brasileiro da noite, o quarto do Barça, foi marcado por Maxwell aos 36.

Apesar do triunfo, os comandados do técnico Josep Guardiola sofreram um baque aos 39 do primeiro tempo, quando o atacante David Villa saiu de maca após fraturar a tíbia da perna esquerda.

No domingo, a decisão entre Santos e Barcelona terá o duelo muito aguardado entre os craques Neymar e Lionel Messi.

Guardiola optou por escalar um time misto sem o meia Xavi, com seis mudanças em relação à equipe que humilhou o Real Madrid por 3 a 1 em pleno Santiago Bernabeu no clássico disputado no último sábado.

Messi, que disputou os 90 minutos da partida, teve a primeira grande chance do jogo aos 20, com um chute da entrada da área desviado para escanteio por um zagueiro.

Cinco minutos depois, Adriano tirou proveito de uma incrível falta de entrosamento entre o lateral argelino Nadir Belhadj e o goleiro Mohamed Saqr para empurrar a bola para o fundo das redes de forma muito oportunista.

Aos 33, o atacante David Villa teve um gol anulado por estar em posição de impedimento, e seis minutos depois fraturou a perna quando disputou uma bola com dois adversários.

Ele foi substituído pelo chileno Alexis Sanchez, que também teve que sair de campo (aos 26 do segundo tempo) após sofrer uma lesão muscular.

Aos 43, o brasileiro naturalizado espanhol Thiago Alcântara, filho de tetracampeão Mazinho, aproveitou uma péssima saída de bola do Al-Saad para iniciar um contra-ataque e dar ótimo passe para Adriano, que driblou um zagueiro e fez o segundo dele ao chutar cruzado sem chances para o goleiro.

O Barça continuou pressionando depois do intervalo e Messi fez grande jogada individual, fazendo fila na grande área aos 10 da etapa final, mas seu chute saiu por pouco para fora.

Dois minutos depois, o argentino lançou Alexis Sanchez na área, mas o gol do chileno foi anulado por impedimento.

Aos 18, Messi teve mais uma oportunidade de balançar as redes num cobrança de falta espalmada pelo goleiro, mas no minuto seguinte, conseguiu ser decisivo ao dar um ótimo passe para o gol do 3 a 0, marcado pelo malinês Seidou Keita.

O quarto foi marcado aos 36 por Maxwell, após receber um passe de Thiago Alcântara, que pela segunda vez da noite foi ‘garçom’ de um compatriota.

Com esta vitória por 4 a 0, o time catalão repete o feito de 2006, quando derrotou pelo mesmo placar o América do México nas semifinais.

Este dado pode até ser visto como um bom sinal para torcedores do Santos supersticiosos, já que naquela edição o Barcelona foi derrotado por 1 a 0 na decisão pelo Internacional.

O Barça terá a oportunidade de obter o bicampeonato na competição, após o título conquistado em 2009 em Abu Dhabi ao derrotar os argentinos do Estudiantes por 2 a 1, graças a um gol marcado por Messi na prorrogação.