Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com três de Willian, São Paulo vence Paulista em casa

Por Felipe Mendes

São Paulo – Em noite inspirada de Willian, o São Paulo se manteve na briga pela liderança do Campeonato Paulista com uma vitória tranquila nesta quinta-feira. O atacante marcou todos os gols do time na vitória por 3 a 1 sobre o Paulista, no Morumbi, na abertura da oitava rodada.

Novo artilheiro da competição, Willian só não teve atuação mais brilhante por conta da expulsão nos instantes finais da partida. O São Paulo acabou o duelo com dois jogadores a menos em campo – o zagueiro Paulo Miranda recebeu o segundo cartão amarelo na metade da etapa final.

A vitória deixou o São Paulo com os mesmos 17 pontos de Palmeiras e Corinthians, que ainda jogarão nesta rodada. Já o Paulista estacionou nos 13, ainda em quinto lugar, e perdeu a chance de encostar nos líderes da tabela.

O JOGO – Sem se abater com a derrota no clássico, no domingo passado, o São Paulo iniciou a partida em grande ritmo, sob o comando de Willian. Pouco marcado, o atacante escapava com facilidade pelas pontas e assustava a defesa do Paulista.

Foram duas boas chances de gol em apenas dois minutos. Aos 6, ele encheu o pé de longe e parou no goleiro Vágner. Na sequência, apertou a defesa e quase abriu o placar. Só não marcou porque finalizou de mal jeito, rente à trave direita de Vágner.

O gol veio aos 12 minutos, em cobrança de pênalti, por conta de um toque de mão de Júnior Alves. Willian bateu firme no canto e abriu o placar. Em dia inspirado, o atacante anotou o segundo gol cinco minutos depois. Sem marcação, ele completou, de cabeça, cruzamento de Denílson, após grande passe de Cícero.

O São Paulo jogava solto. Com rápidas trocas de passe, chegava com facilidade ao ataque, explorando principalmente o lado esquerdo. Willian, Casemiro e Lucas, em dois lances, desperdiçaram boas oportunidades antes do intervalo.

O time da casa, no entanto, caiu de rendimento na volta do intervalo e viu o Paulista crescer em campo. Logo no primeiro minuto, Paulo Miranda fez falta em Rychely dentro da área. Mas Renan desperdiçou a penalidade ao acertar a trave.

Com maior volume de jogo, o Paulista também teve boa chance de descontar aos 8 minutos. Reinaldo bateu forte de longe e acertou o travessão. A bola ainda carimbou as costas do goleiro Denis e voltou a desviar na trave.

A situação ficou mais favorável ao Paulista os 20, quando o zagueiro Paulo Miranda fez falta dura e foi expulso, após levar o segundo cartão amarelo. Mas, mesmo com um a mais em campo, o time visitante não conseguiu reduzir a desvantagem no placar.

Mais eficiente, o São Paulo superou a limitação numérica e buscou o terceiro gol, mais uma vez com Willian. Aos 31, ele só teve o trabalho de completar para as redes jogada de Lucas pela esquerda. Foi seu terceiro gol na partida e o sétimo no Paulistão. Desta forma, alcançou a artilharia, ao igualar os sete gols de Hernane, do Mogi Mirim.

Abatido, o Paulista conseguiu diminuir o placar aos 36. Em mais uma tentativa de longa distância, Reinaldo driblou o marcador e bateu firme, sem defesa para Denis. O gol de honra, contudo, não ameaçou o triunfo dos donos da casa.

Nos instantes finais da partida, Willian quase manchou sua grande atuação em um lance discutível. Ele deu uma entrada violenta em Júnior Alves numa disputa de bola no meio-campo e recebeu o cartão vermelho direto.

Sem o artilheiro, suspenso, o São Paulo volta a campo na Quarta-Feira de Cinzas para o duelo com o Bragantino, fora de casa. O Paulista vai receber o Botafogo, diante de sua torcida, em Jundiaí, no mesmo dia.

BASE – A diretoria do São Paulo anunciou durante o jogo a contratação do técnico René Simões para o cargo de diretor técnico das categorias de base do clube. Com atuação focada no Centro de Formação de Atletas (CFA) Laudo Natel, em Cotia, Simões terá como missão a integração da base com o time profissional.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 3 x 1 PAULISTA

SÃO PAULO – Denis; Rodrigo Caio, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denílson, Casemiro (Luiz Eduardo), Cícero (Maicon) e Jadson (Edson Silva); Lucas e Willian. Técnico: Emerson Leão.

PAULISTA – Vágner; Samuel Xavier, Júnior Alves e Diego Ivo e Reinaldo; Wellington, Bruno Octávio (Chiquinho), Fabrizzyo e Danilo Gomes (Barbosa); Ricardinho (Rychelly) e Renan. Técnico: Sérgio Baresi.

GOLS – Willian, aos 12 (pênalti) e aos 17 minutos do primeiro tempo. Willian, aos 31, e Reinaldo, aos 36 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Júnior Alves, Wellington, Fabrizzyo, Casemiro.

CARTÕES VERMELHOS – Paulo Miranda e Willian.

ÁRBITRO – Flávio Rodrigues Guerra.

RENDA – R$ 133.476,00.

PÚBLICO – 5.658 pagantes.

LOCAL – Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).