Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com Thiago Neves, Fluminense pega o Duque de Caxias

Por AE

Rio – O técnico Abel Braga esperava estar com o time titular do Fluminense em boa sintonia para o jogo da próxima terça-feira contra o Arsenal (Argentina), na estreia da Copa Libertadores. A derrota para o Boavista, na última quarta, não estava nos planos e acendeu um sinal de alerta de que ainda é preciso algum tempo até o time se ajustar. Mas não muda o planejamento do treinador de mandar a campo neste sábado, às 17 horas, contra o Duque de Caxias, pela quarta rodada do Campeonato Carioca, o time reserva.

Mas há uma atração que pode motivar o torcedor tricolor a se deslocar até Volta Redonda para acompanhar a partida no estádio Raulino de Oliveira. A partida vai marcar a volta de Thiago Neves ao time. O meia faz a sua reestreia com o intuito de adquirir ritmo para que tenha condições de atuar contra os argentinos.

Mesmo com o tropeço, o treinador não pretende lançar Thiago Neves de titular na partida pela Libertadores. Ele quer condicioná-lo aos poucos. “É difícil que ele seja titular na terça. Vai ter feito um jogo três dias antes para começar a adquirir ritmo de jogo”, argumentou.

Com seis pontos no Grupo B da Taça Guanabara (primeiro turno do Estadual), atrás de Boavista e Vasco, o Fluminense precisa vencer para não se distanciar na busca de uma vaga nas semifinais. Abel Braga classifica a partida como decisiva, mas descartou ter pensando em escalar os titulares. “Não adianta desespero. A programação segue a mesma. Perdemos para o Boavista com a equipe titular e ouvi pessoas dizendo que a mesma equipe deveria enfrentar o Duque de Caxias para se entrosar. E jogar três dias depois a estreia da Libertadores? É preciso calma”, ponderou.