Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com lesão no joelho, Juan desfalca Roma por até 50 dias

Por AE

Roma – A rodada de domingo do Campeonato Italiano não poderia ter sido pior para o zagueiro brasileiro Juan. Vítima de atos racistas protagonizados por parte da torcida da Lazio no clássico disputado na capital italiana, o jogador da Roma ainda sofreu uma lesão no joelho direito que o deixará afastado dos gramados por até 50 dias.

Depois de submeter o defensor a uma ressonância magnética, a Roma confirmou que o exame apontou uma lesão de grau dois no ligamento colateral medial do joelho direito do atleta. O clube ainda informou que o período previsto de afastamento da equipe varia entre 45 e 50 dias, sendo que em breve ele irá iniciar o tratamento de fisioterapia.

Titular da zaga do Brasil nas Copas do Mundo de 2006 e 2010, Juan foi vítima de atos de racismo de torcedores no início do segundo tempo do confronto de domingo, quando a Lazio acabou vencendo por 2 a 1. Os gritos racistas de uma torcida uniformizada do clube quase provocaram a suspensão do clássico.

Irritado com os torcedores, Juan chegou a pedir que os mesmos se calassem. O árbitro do confronto, Mauro Bergonzi, paralisou o dérbi e chamou o capitão da Lazio, Stefano Mauri, quando a partida estava empatada por 1 a 1, e advertiu-o de que o jogo poderia ser suspenso. E a situação só se acalmou depois que os alto-falantes do Estádio Olímpico de Roma anunciaram que o clube seria responsabilizado pelo comportamento da sua torcida e consequentemente poderia sofrer várias punições. O brasileiro Hernanes fez um dos gols da vitória da Lazio.