Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Cobrado por treinador, Diego Maurício promete iniciar nova fase

Por Da Redação 25 set 2011, 15h20

O atacante Diego Maurício estava em baixa com Vanderlei Luxemburgo, tanto que ficou duas partidas sem ser sequer relacionado. Nesse sábado, contra o América-MG, o treinador resolveu dar uma nova chance ao jovem atleta, que entrou no intervalo e foi importante na vitória de virada por 2 a 1. Em meio a elogios e cobranças do comandante, Diego espera que a oportunidade aproveitada represente uma mudança de fase.

‘Sei que fiz coisas erradas, alguns atrasos aconteceram. A decisão da comissão técnica foi correta. Cometi erros, mas tive a oportunidade de ajudar a equipe. O grupo me ajudou a superar a falta de ritmo e fico feliz por ter conseguido ajudar’, comentou o jogador.

‘Foi duro ter sido cortado, fiquei arrasado. Estou tentando superar, manter a tranquilidade para mostrar que tenho condições de ajudar o Flamengo. Acho que o momento ruim já passou’, acrescentou Diego Maurício, que chegou a ficar 26 minutos sem tocar na bola em um treino coletivo, postura que irritou Vanderlei Luxemburgo.

‘O Diego Maurício é um jogador de muita qualidade, mas ele precisa descobrir isso. Nós não o queremos fora do Flamengo, o queremos no elenco. Ele tem que participar do jogo, como fez hoje (sábado). Me perguntaram porque eu o afastei há um tempo. Foi porque eu fiz um treino coletivo e ele ficou 26 minutos sem tocar na bola. Como é que pode?’, raciocinou Luxa, mesclando elogios e cobranças.

O Flamengo, sexto colocado do Brasileirão, volta a campo no domingo que vem, contra o São Paulo, no Morumbi. No primeiro turno, o time carioca bateu o Tricolor por 1 a 0 e ‘provocou’ a queda do técnico Paulo César Carpegiani, substituído por Adilson Batista.

Continua após a publicidade
Publicidade