Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chapecoense pagou 130 mil dólares por voos, diz diretor da Lamia

Os aviões eram alugados de uma empresa de mesmo nome que começou na Venezuela por volta de 2008

A história da empresa Lamia Corporation, cujo único avião fazia o transporte dos jogadores da Chapecoense, começou na Venezuela, recomeçou com outros donos na Bolívia e, possivelmente, terminou na Colômbia.

A Lamia recebeu autorização para realizar transportes não regulares de passageiros na Bolívia em 31 julho de 2015 e passou a se especializar no transporte de equipes de futebol. Os custos variam de acordo com os trajetos, mas a Chapecoense pagou à empresa 130 mil dólares pelos voos, disse à VEJA o diretor-geral da empresa, Gustavo Vargas.

A Lamia original foi fundada em 2008 pelo empresário espanhol radicado na Venezuela, Ricardo Albacete, graças a uma cooperação entre China e Venezuela, que possibilitou a compra dos aviões. Batizada de Linha Aérea Mérida Internacional de Aviação, daí a sigla Lamia, tinha o objetivo de impulsionar o turismo no país.

A empresa teve dificuldades na Venezuela e colocou os aviões para alugar no país vizinho. Uma aeronave, o modelo britânico Avro RJ85, de 17 anos, já estava em operação e havia mais três em manutenção. Confira abaixo trechos da entrevista com o diretor-geral da Lamia:

Quando a companhia começou?
Começou o processo há dois anos e meio. Em um ano conseguimos cumprir todos os trâmites para poder operar e faz aproximadamente um ano nós estamos voando.

Quanto a equipe da Chapecoense?
Eles pagaram 130 mil dólares pelos voos de Bolívia a Medellín e de Medellín a Bolívia.

Qual a relação da Lamia boliviana com a Lamia venezuelana?
Não há nenhuma relação a não ser o nome.

Sim, mas os logos são os mesmos.
São os mesmos, porque os aviões são os mesmos. O dono dos aviões tinha a outra companhia antes. Nós os alugamos, como é comum para empresas aéreas. Pagamos um aluguel mensal.

Quantos aviões a Lamia operava?
Estávamos com um avião alugado, mas tínhamos três na Bolívia. Os aviões estavam em manutenção. Quando estivessem em condições de voo, nós poderíamos alugá-los.

Quantos voos a companhia fez ao total?
Foram muitos entre locais e internacionais, não tenho o número exato.

Por que tantos voos de equipes de futebol?
Somo uma empresa de voos charter [fretados], não podemos fazer itinerários fixos. E as equipes de futebols são grandes e acompanhadas por muitas pessoas.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Que Deus tenha misericórdia e esteja consolando as famílias enlutadas. Mas é preciso mencionar algo, que salta aos olhos: 130 mil dólares dá, em valores de hoje, R$ 442.000. Em uma simulação no site da Avianca Internacional, uma passagem São Paulo-Medellín, ida e volta, sai por R$ 6 mil. Isso na tarifa mais cara. A delegação do time de futebol era composta por 48 pessoas. O que dá 48 x 6000 = R$ 288.000. Mesmo se incluir as 20 pessoas que viajaram a mais, daria menos que o que foi pago no voo fretado. Por que será que arriscaram a vida, em uma companhia aérea de qualidade muito duvidosa, e ainda pagando mais por isso? Enfim… É de se pensar…

    Curtir

  2. Adilson Nagamine

    Um só avião só para fretamento. Esquisito.

    Curtir

  3. Carlos Marques

    Toda a historia é esquisita. Eu JAMAIS voaria nesta empresa. Só vôo de empresas comerciais (Gol, TAM, Azul, Avianca, etc etc). Alguem vai investigar isto? Não. É mais fácil ficar falando em “tragédia” ou na “força do ser humano” …

    Curtir

  4. henrique jam vilardaga alsina

    Há que se investigar a responsabilidade do Aeroporto de Santa Cruz de La Suerra que autoriza um plano de voo de um trecho de 2900 km para uma aeronave com autonomia de 2900 km, ou seja, sem nenhuma margem de segurança.

    Curtir

  5. Carlos Marques

    Por que não fretar, simplesmente, uma aeronave da Avianca, Gol ou Latam?!? Porque é mais caro? Ahhnnn…sei…entendi…As vezes, o barato sai mais caro…

    Curtir

  6. Carlos Marques revoltado, dizendo que só voa Gol, TAM, Azul e Avianca…….. kkkkkkkkk Mal sabe ele que aviões da Gol, TAM, Azul e Avianca já caíram também……kkkkkkkkkkkkk eeeee mais de um hahaha

    Curtir

  7. Robson Tovarish

    Porque a imprensa brasileira não investigou isso antes? Sensacionalistas.

    Curtir