Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Chama olímpica de Londres-2012 é acesa na grega Olimpia

Por Aris Messinis 10 Maio 2012, 07h20

A chama dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, que começarão no dia 27 de julho, foi acesa nesta quinta-feira em Olímpia, Grécia, segundo a tradição da antiga Olímpia, sede dos primeiros Jogos da história, antes de cruzar o país e viajar à Grã-Bretanha.

A Grande Sacerdotisa Ino Menegaki foi a encarregada de acender a tocha, com a ajuda dos raios do sol, seguindo a tradição grega.

A cerimônia ocorreu diante da presença do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o belga Jacques Rogge, e do presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, Sebastian Coe, entre outras muitas personalidades tanto britânicas quanto gregas e também de distintas federações esportivas.

A tocha olímpica iniciará a partir de agora uma viagem de uma semana ao longo da Grécia, visitando cinco grandes sítios arqueológicos, incluindo a Acrópole, para chegar no dia 17 de maio ao antigo Estádio Olímpico de Atenas, sede dos Jogos modernos de 1896, onde será entregue à delegação britânica.

Uma vez acesa a chama olímpica, a honra de ser seu primeiro portador recaiu sobre o campeão olímpico de natação Spyros Yanniotis, que, por sua vez, a entregará ao boxeador britânico Alexander Loukos, de 19 anos e filho de um imigrante grego.

No total, a tocha olímpica passará, ao longo de um percurso de quase 3 mil quilômetros pela Grécia, pelas mãos de 490 portadores, até sua chegada ao antigo estádio Panatenaico de Atenas, prevista para o dia 17 de maio.

O revezamento britânico começará no dia 19 de maio, com um percurso de 12.875 quilômetros que durará 70 dias, até sua chegada à cerimônia inaugural da competição olímpica em Londres, no dia 27 de julho.

Continua após a publicidade
Publicidade