Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Capitão do Bahia lamenta instabilidade política, mas foca Ba-Vi

A determinação da Justiça de destituir a diretoria do Bahia e nomear um interventor no clube pegou de surpresa os jogadores do Esquadrão de Aço, que se preparam para o clássico do próximo domingo diante do Vitória, pelo Campeonato Baiano. Capitão da equipe, o zagueiro Titi admitiu que a instabilidade política não é agradável, mas manteve o foco no Ba-Vi.

‘Foi uma surpresa para todos nós. Sabemos que é um assunto político e, pela conversa que tivemos com o Angioni (gerente de futebol), ele nos passou tranquilidade. É uma situação chata, que esperamos que seja resolvida o mais rápido possível, para trabalharmos com tranquilidade, mas estamos motivados para o Ba-Vi e seremos onze guerreiros em campo’, afirmou o defensor, que fez questão de sair em defesa de Marcelo Guimarães Filho, presidente que foi destituído do cargo nesta quarta-feira.

‘O Marcelinho é querido por todos, nos abriu as portas para estar no Bahia e esperamos que ele consiga seguir seu mandato’, declarou Titi, que deve formar a dupla de zaga do Bahia no clássico deste domingo com Rafael Donato.

Nesta partida, o técnico Paulo Roberto Falcão pode promover o retorno do lateral esquerdo Ávine, que passou por cirurgia no joelho direito. O atacante Souza e o volante Lenine, que cumpriram suspensão no último jogo, são nomes certos entre os onze iniciais.