Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Capello diz que teve uma desavença com a Federação Inglesa

O italiano Fabio Capello, que na quarta-feira apresentou sua demissão como técnico da Inglaterra, afirmou em um programa de tv que será transmitido nesta sexta-feira que teve uma desavença com a Federação Inglesa e que não ‘fugiu’ de seu cargo.

“Não fugi, eu deixei porque tive uma desavença. Eu me sentia muito bem (na Inglaterra), mas há momentos em que é preciso tomar a decisão de ir embora”, afirmou Capello ao programa satírico “Striscia la notizia”. “Meu futuro não está na Itália”, acrescentou.

Fabio Capello decidiu deixar seu posto de treinador da seleção da Inglaterra como consequência da decisão da Federação (FA) de tirar a braçadeira de capitão de John Terry, acusado de racismo.

Capello, em entrevista concedida à RAI 1, manifestou sua discordância em relação à decisão da FA de tirar a braçadeira do jogador do Chelsea por um caso de insultos racistas, pelo qual será julgado em 9 de julho.

Capello, de 65 anos, ocupava o cargo de técnico da Inglaterra desde janeiro de 2008, quando substituiu Steve McClaren, que caiu depois de não classificar os britânicos para a Eurocopa de 2008.

Com Capello no cargo, a Inglaterra foi eliminada nas oitavas de final da Copa do Mundo da África do Sul pela Alemanha (4-1), mas, apesar do evidente fracasso, a FA o manteve no cargo.