Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campeões com os Patriots se recusam a ver Trump

Pelo menos seis jogadores do New England Patriots não deverão ir a cerimônia de homenagem por não concordarem com a política do atual presidente

Donald Trump continua colecionando desafetos no meio dos esportes americanos. Nesta sexta-feira, seis jogadores do New England Patriots, equipe campeã do Super Bowl no último final de semana, afirmaram que não estarão presentes na cerimônia de homenagem, realizada na Casa Branca, em Washington.

Martellus Bennet, Devin McCourty, Dont’a Hightower, Alan Branch, LeGarrette Blount e Chris Long não irão visitar o presidente americano na cerimônia. A maioria dos jogadores justificou a ausência por “não serem bem-vindos” no local, devido a divergências nas visões políticas. “Eu não vou. Todos sabem o que eu penso, é só me seguir no Twitter”, disparou Bennet.

Apesar da situação complexa entre os jogadores que protestam contra Trump, o presidente é amigo pessoal de Tom Brady, quarterback e astro da equipe de Massachussetts, além de Robert Kraft, dono da franquia. Entretanto, justamente pelas opiniões diversas, os jogadores já afirmaram que política não é algo tratado nos vestiários, mas apenas questões relacionadas a esporte.

É tradição que os campeões das principais ligas americanas compareçam à Casa Branca. Somente no Super Bowl, a visita ocorre desde 1980. No mandato de Barack Obama, os Patriots visitaram a residência presidencial em 2015. Coincidentemente, Brady não visitou o democrata, alegando “conflitos na agenda”.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    La_B.GiSeLLe!
    NãO VAÏ
    PS — aqueLLe_1;2,seu_marido_o$caR:pode$eR

    Curtir

  2. Fui convidado para a cerimônia, mas eu não vou, tô bravo com o Trumpi!

    Curtir

  3. Os que não forem é porque são da esquerdinha

    Curtir

  4. Elijah Guabiraba

    O título da reportagem passa a impressão que o time não quer ir a Casa Branca, mas são apenas seis. Já está na hora de parar com este chororó e aceitar que as coisas vão mudar por lá.

    Curtir

  5. Respeitem Trump, ele quem manda! Trump deveria mandar prender esses jogadores esquerdistas.

    Curtir

  6. é parece que nossos compatriotas não tem bem ideia de como é a política americana; lá o cara ou é conservador, i.e. republicano, ou é liberar, i.e.democrata. Os negros normalmente são democratas. conservador lá, é sinônimo de Ku Klux Klan. nada tem de esquerdinhas ou comunistinhas. só que lá os caras não vendem a consciência por um afago do presidente.

    Curtir

  7. Alberto Ahrens

    Os de voces com ideias radicais que o trumpito deveriam “MANDAR” OU “PRENDER” dos outros sao extremistas que nao sabem ni querem saber da democracia e proteçao da cidadano contra ditaduros como trumpito. Si…eu nao quero….nadie vai me mandar..!!!!!!!!!! FDP extremistas querendo mandar em todo mundo. Por isso…voces nao tem conta de quanto nos oidiamos pessoas egoististas como voces? Si…voces podem pensar assim….tambem a gente. Vao para os quintos!!

    Curtir

  8. Almerio P. Gaertner

    A “Veja” esta recebendo “jaba” da esquerda para carregar em cima o Trump. Essa informação dos Patriots e irrelevante. Os Civita venderam-se por trinta moedas.

    Curtir

  9. Boa! Quem precisa ver essa besta? Esse idiota do Trump criou um ódio sem necessidade e não dura um ano no poder.

    Curtir