Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Caio Júnior culpa erro e cansaço por empate do Botafogo

Por AE

Rio – O técnico Caio Júnior revelou insatisfação com o empate do Botafogo por 2 a 2 com o São Paulo, domingo, no Engenhão, em duelo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após abrir 2 a 0, a equipe não conseguiu segurar a vantagem. Para o treinador, uma chance perdida por Loco Abreu e o desgaste por conta da partida de quinta-feira contra o Grêmio, vencida por 1 a 0, em Porto Alegre, impediram o triunfo da equipe. Além disso, ele reclamou de uma marcação errada do árbitro Sandro Meira Ricci.

“Para quem está ganhando de 2 a 0, tomar gol no último minuto tem sabor de derrota. Acredito muito nos detalhes psicológicos de um jogo. A equipe voltou muito bem no segundo tempo, mas o gol não aconteceu, até em uma chance clara do Abreu. Depois, houve dois momentos psicológicos fundamentais, o recuo marcado do Marcelo Mattos e o gol logo depois. E foi uma das primeiras vezes que vi o jogo anterior influenciar bastante. Realmente, o desgaste do jogo contra o Grêmio foi muito grande. O bom segundo tempo naquela partida teve um preço. E ainda tivemos viagem e apenas dois dias para jogar um jogo desses. Não conseguimos depois do 2 a 1 fazer o que geralmente fazemos”, explicou Caio Júnior.

O treinador garante, porém, que o resultado não vai abalar o Botafogo, que está em quarto lugar no Campeonato Brasileiro, com 45 pontos. “Continuo com a mesma confiança, está tudo aberto na briga por Libertadores e título. Todos estamos frustrados com o empate como foi, mas a equipe dá orgulho para o torcedor, tenho certeza. Temos que absorver rapidamente e não nos abatermos, estarmos pronto para a próxima guerra”, disse.

Preocupado com a sequência do Botafogo no Campeonato Brasileiro, Caio Júnior pode poupar jogadores contra o Independiente Santa Fé, quinta-feira, pela Copa Sul-Americana, pensando no duelo de domingo com o Atlético Goianiense. “Vejo esse jogo com o Atlético-GO como fundamental, é a melhor equipe do segundo turno. Será um jogo duríssimo, com a baixa umidade de Goiânia, desgaste, temos que analisar bem a estratégia da partida da Sul-Americana”, afirmou.