Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Caio Junior aponta gol perdido por Abreu como primordial para tropeço

Por Da Redação 25 set 2011, 19h08

Loco Abreu marcou os dois gols do Botafogo, mas perdeu uma chance incrível, sem goleiro, no início do segundo tempo, quando os cariocas venciam o São Paulo por 2 a 0. O lance foi apontado pelo técnico Caio Junior como fundamental para a o tropeço do Glorioso, que sofreu o empate aos 46 minutos da etapa complementar.

‘Esse lance, para mim, foi um momento psicológico decisivo. Poderia não ser decisivo se não tivesse acontecido o gol da forma como foi. O resultado de 2 a 1 é perigoso. A gente poderia matar o jogo, assim como poderíamos tomar o empate. Nós fizemos o jogo certo’, comentou o treinador, que aprovou as mudanças que efetuou.

Questionado sobre a entrada de Lucas Zen na vaga de Loco Abreu aos 41 minutos do segundo tempo, ele afirmou que a mudança não foi responsável por ‘chamar’ o São Paulo ao ataque.

‘Faltavam três minutos. O treinador sempre acerta quando o time ganha, quando não ganha fica aquela coisa… A ideia era explorar a velocidade do Cidinho (substituto de Herrera, aos 33), com o Zen reforçando o meio. Estava nítido que, faltando tão pouco tempo, tinha que fechar o meio’, explicou-se o comandante, lamentando por ter sofrido o empate em uma bola parada.

‘Quem está perdendo tem que arriscar, ir para cima sabendo que pode perder o jogo a qualquer momento. Infelizmente (o gol) foi numa bola parada. Claro que eles têm mérito, o Rogério bateu bem a falta, mas estava todo mundo esgotado psicológica e fisicamente’, encerrou.

Quarto colocado com 45 pontos, o Botafogo joga no domingo que vem, às 18 horas (de Brasília), contra o Atlético-GO, em Goiânia.

Continua após a publicidade
Publicidade