Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cacá Bueno vence em Londrina e cola no líder da Stock

Por AE

Londrina – Cacá Bueno confirmou o domínio do fim de semana em Londrina e venceu neste domingo a quinta etapa da temporada 2012 da Stock Car, realizada no interior do Paraná. Pole position, o piloto da Red Bull manteve a liderança na largada e não deixou a primeira colocação em nenhuma das 35 voltas da corrida, que foi monótona e teve poucas ultrapassagens.

Assim, Cacá Bueno conquistou a sua terceira vitória neste ano na Stock Car e a 29ª desde a sua estreia na categoria. Ele venceu a prova deste domingo em Londrina com uma vantagem de 1s659 para Luciano Burti, que terminouna segunda colocação e registrou a melhor volta da corrida.

“Minha preocupação era abrir logo do Burti para que ele não pudesse me ameaçar com o push. Depois, foi só administrar e poupar o equipamento”, disse Cacá Bueno, que viu Burti reconhecer o seu domínio em Londrina. “Ainda tentei no começo, fui para cima, mas o Cacá estava sobrando”, comentou.

O fim de semana de Cacá Bueno em Londrina só não foi mais perfeito porque ele não conseguiu assumir a liderança do campeonato. A primeira colocação permanece com Daniel Serra, que garantiu a terceira posição na prova após ultrapassar Thiago Camilo na penúltima volta.

Com isso, Daniel Serra está na primeira colocação, com 87 pontos, apenas um a mais do que Cacá Bueno. Ricardo Maurício ocupa o terceiro lugar, com 75 pontos, e Valdeno Brito está na quarta posição, com 65 pontos.

Ricardo Maurício terminou a corrida em quinto lugar, seguido por Valdeno Brito, Marcos Gomes, Júlio Campos, Max Wilson, e Antonio Pizzonia, que completaram, em ordem, as 10 primeiras colocações da prova em Londrina.

A sexta etapa da temporada 2012 da Stock Car será disputada em 15 de julho, no circuito de Jacarepaguá, no Rio.

Confira a classificação final da etapa de Londrina da Stock Car:

1º. Cacá Bueno, 35 voltas em 42min09s982

2º. Luciano Burti, a 1s659

3º. Daniel Serra, a 6s894

4º. Thiago Camilo, a 9s836

5º. Ricardo Maurício, a 10s205

6º. Valdeno Brito, a 10s334

7º. Marcos Gomes, a 10s604

8º. Júlio Campos, a 11s225

9º. Max Wilson, a 11s576

10º. Antonio Pizzonia, a 15s392

11º. Nonô Figueiredo, a 18s773

12º. Ricardo Zonta, a 19s144

13º. Átila Abreu, a 32s005

14º. Lico Kaesemodel, a 32s239

15º. Ricardo Sperafico, a 32s353

16º. Diego Nunes, a 32s656

17º. Popó Bueno, a 32s983

18º. Denis Navarro, a 33s351

19º. David Muffato, a 33s661

20º. Xandinho Negrão), a 34s106

21º. Rodrigo Sperafico, a 34s383

22º. Pedro Boesel, a 38s809

23º. Tuka Rocha, a 39s566

24º. Vitor Meira, a 39s834

25º. Galid Osman, a 40s930

26º. Duda Pamplona, a 41s290

27º. Eduardo Leite, a 54s641

28º. Rafael Daniel, a 56s444

29º. Patrick Gonçalves, a 1min05s219

30º. Allam Khodair, a 1 volta

31º. Alceu Feldmann, a 3 voltas

32º. Pedro Nunes, não largou